PowerFilme na Netflix

Henry Joost & Ariel Schulman
Ação2020

111 min

PowerPower
(2020)

Trailer

Sinopse

Quando uma pílula que dá a seus usuários superpoderes imprevisíveis por cinco minutos chega às ruas de Nova Orleans, uma adolescente e um policial local devem se unir a um ex-soldado para derrubar o grupo responsável por sua criação.

Ficha técnica

Por que assistir a este filme?

Um dos filmes mais aguardados da Netflix na safra de 2020, ‘Power’ é uma mistura de aventura, ação e ficção científica que fala sobre um dos temas mais espinhosos para se tratar num filme desse tipo: as drogas. Aqui, os diretores Henry Joost e Ariel Schulman (dupla de ‘Atividade Paranormal 3’ e ‘Nerve’), se valem de uma história empolgante para falar sobre os efeitos de uma pílula que dá cinco minutos de super-poderes imprevisíveis ao usuário. Assim, com um direção leve, um roteiro despretensioso e um ritmo vertiginoso, ‘Power’ sabe como brincar com seus limites ao mesmo tempo que alertam o público sobre os efeitos do vício e da sensação de poder que emana das drogas. Destaque para a atuação de Jamie Foxx (‘Django Livre’) e do brasileiro Rodrigo Santoro (‘300’), com uma participação especial brilhante. Assim como ‘Nerve’, é um filme para se divertir, pensar um pouco e se deixar levar pelo ritmo, que acaba sendo o principal atrativo dessa inusitada produção.

Filmelier

Filmelier

As nossas sugestões

Já faz um tempo que a Netflix está em busca de uma franquia adulta de filmes para chamar de sua. Em 2020, deu alguns passos a mais com ‘The Old Guard’ e, agora, com o surpreendente ‘Power’. Protagonizado por Jamie Foxx (‘Django Livre’), Joseph Gordon-Levitt (‘A Origem’), Rodrigo Santoro (‘300’) e a jovem Dominique Fishback (‘O Ódio que Você Semeia’), o longa-metragem se vale de uma trama de super-heróis inusitada para falar sobre drogas. Como? Por meio de um pílula que dá poderes sobre-humanos por apenas cinco minutos. A partir disso, os diretores Henry Joost e Ariel Schulman (de ‘Nerve’) se valem de uma mistura de ação, aventura e ficção científica sob medida para empolgar o público enquanto desenvolvem uma história intensa, mas emocional. Entregam boas cenas de luta, enquanto falam sobre vício. Empolgam nos efeitos especiais, mas falam de família. Sempre numa mistura que faz sentido e que agrega à história. No final das contas, ‘Power’ causa dois efeitos interessantes. Primeiramente, deixa as histórias de super-heróis mais real, como ‘Mentes Sombrias’ e ‘Poder Sem Limites’. E, no final, dá um gostinho claro e direto de quero mais. Uma franquia aqui, talvez, seja um bom caminho para a Netflix.

Matheus Mans

Matheus Mans

Editor do Filmelier

Onde assistir?

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Indisponível nos cinemas

Disponível em casa

Publicidade