Mulan

Niki Caro
MulanMulan
(2020)

Trailer

Sinopse

Hua Mulan é a espirituosa e determinada filha mais velha de um honrado guerreiro. Quando o Imperador da China emite um decreto que um homem de cada família deve servir no exército imperial, Mulan decide tomar o lugar de seu pai, que está doente. Assumindo a identidade de Hua Jun, ela se disfarça de homem para combater os invasores que estão atacando sua nação, provando-se uma grande guerreira.

Ficha técnica

Por que assistir a este filme?

‘Mulan’ não é um remake live-action da animação de 1998, também da Disney, mas sim uma nova história baseada na lenda da Mulan - uma guerreira chinesa, que se tornou uma das mulheres mais lendárias no país. É importante pensar nisso antes de começar a ver a produção, que nem parece que foi feita pelo estúdio do Mickey Mouse. Não tem músicas e é repleta de sequências de ação, extremamente bem produzidas. Com um leve toque de humor, ‘Mulan’ carrega uma tensão e tom sério, focando em detalhes da cultura da China - como a presença da fênix. Na China, os pássaros são considerados mensageiros celestiais e na história, a fênix simboliza a representação feminina, enquanto o dragão, presente na animação de 1998, é a representação masculina. A ave mitológica também representa o laço de Mulan com seu pai.. O longa, que foi dirigido por uma mulher, a Niki Caro, tem momentos poderosos sobre a força feminina. No começo, existe um desconforto por conta do conservadorismo presente na cultura chinesa, que é completamente patriarcal, na qual a mulher deve cumprir apenas sua função de esposa e Mulan se mostra contra isso, esse pensamento dela fica mais forte ao longa do filme e rende cenas incríveis. Além da protagonista, outra mulher poderosa é a outra guerreira, Xianniang, a ligação delas na história é um ponto alto do filme. Dentre os mais recentes live-actions lançados pela Disney, ‘Mulan’ é um dos mais poderosos, especialmente por deixar a animação no passado, trazer uma narrativa diferente, embora tenha a mesma base que é a história de guerreira chinesa, e mostrar o quão as mulheres são resilientes - e merecem respeito.

Raíssa Basílio

Raíssa Basílio

Redatora do Filmelier

Onde assistir?

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Indisponível nos cinemas

Disponível em casa

Publicidade