Pixel do Facebook

Plano 9 do Espaço Sideral

Edward D. Wood Jr.
Plano 9 do Espaço SideralPlano 9 do Espaço Sideral
(1957)

Sinopse

Discos voadores visitam a Terra, e não pela primeira vez. E como sempre, suas tentativas de comunicação pacífica são ignoradas pelos generais da Terra. Desta vez, os alienígenas provarão sua existência para todos os humanos - por meio da execução do Plano 9: Reanimando os cadáveres da Terra.

Ficha técnica

Por que assistir a este filme?

Dirigido, roteirizado, produzido e editado por Ed Wood, ‘Plano 9 do Espaço Sideral’ foi considerado por muitos críticos da sua época como o pior filme já feito, mas ele realmente merece esse título? De um ponto de vista técnico pode se dizer que o filme é ruim sim, ele conta com péssimas atuações, produção simplória, uma edição que não favorece o ritmo (apesar da curta duração) e um roteiro confuso, mas isso é suficiente para o título? Além do (de)mérito técnico, existem muitas outras coisas a ser consideradas, e o contexto é essencial: Ed Wood possuía muito pouco conhecimento ou habilidades cinematográficas, e mesmo assim se desdobrava para fazer seus filmes, pois tinha paixão pelo trabalho. 'Plan 9' foi filmado com um orçamento baixíssimo em apenas três semanas, e ainda houveram diversas complicações no set, como a morte de um dos atores. Mesmo assim ele contornou os problemas e finalizou o filme, que possui também méritos positivos, como a ideia de juntar aliens e zumbis, muito antes desses ganharem popularidade mainstream. O cineasta foi um dos primeiros a trabalhar com microorçamentos, o que influenciou em sua estética e resultados finais, poderia se dizer até que ele foi precursor da estética campy. Assim, apesar de tudo, Ed Wood foi um pioneiro em vários aspectos, e acima de tudo, se consagrou um autor.

Filmelier

Filmelier

As nossas sugestões

Onde assistir?

Indisponível nos cinemas

Disponível em casa

Publicidade