Ainbo: A Guerreira da Amazônia

Richard ClausJose Zelada
Ainbo: A Guerreira da AmazôniaAinbo: A Guerreira da Amazônia
(2021)

Trailer

Sinopse

Ainbo nasceu e foi criada na aldeia de Candámo, na floresta Amazônica. Um dia, ele descobre que sua tribo está sendo ameaçada por outros seres humanos. A garota enfrenta a missão de reverter essa destruição e extinguir a maldade dos Yakuruna, a escuridão que habita o coração de gente gananciosa.

Ficha técnica

Por que assistir a este filme?

A Amazônia é um celeiro cultural, natural e social impressionante. Afinal, nessa floresta que pega territórios de Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru e Venezuela, há uma efervescência de histórias. Por isso é tão interessante um filme como ‘Ainbo: A Guerreira da Amazônia’, longa-metragem de animação peruano. Dirigido pela dupla Richard Claus e Jose Zelada, o longa-metragem conta a história de Ainbo, uma jovem garota que nasceu e cresceu nas profundezas selva da Amazônia, na aldeia de Candamo. Sua vida muda, porém, quando a situação de sua tribo ganha contornos um tanto quanto trágicos. É a deixa para ela sair por uma jornada pela Amazônia, junto com uma dupla de guias espirituais, para salvar o local da exploração ilegal e encontrar o "Espírito Materno". Esteticamente, não há grandes inovações. Os diretores usam uma animação 3D sem muita inventividade e que, infelizmente, não mostra toda a beleza e grandiosidade da região amazônica. Ainda assim, apesar desse visual abaixo do esperado, as crianças menores devem se contentar e, com certeza, não vão ligar pra limitações técnicas. Ainbo, afinal, é uma boa guerreira amazônica para entrar no imaginário das crianças. Ainda que um pouco ingênua e até pasteurizada demais, sem qualquer tentativa de aprofundar sua personalidade, ela é simpática e tem uma jornada bem delimitada -- com personagens coadjuvantes ruins, como uma cópia do Timão e do Pumba, mas que divertem. É um filme simples, até demais, mas que deve fazer as crianças bem pequenas mergulharem um pouco nessa jornada amazônica.

Matheus Mans

Matheus Mans

Editor do Filmelier

Onde assistir?

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Fora de cartaz nos cinemas

Em breve em casa

Publicidade