Papai é Pop

Caito Ortiz
Papai é PopPapai é Pop
(2022)

Trailer

Sinopse

Tom é um homem comum que vê sua vida mudar ao se tornar pai. Ao lado da esposa Elisa, Tom precisa aprender na prática como cuidar da filha e, em meio a situações divertidas e emocionantes do cotidiano, apresenta uma transformação interior que conflita com a forma como a sociedade enxerga um pai presente

Ficha técnica

Por que assistir a este filme?

Tom (Lázaro Ramos) e Elisa (Paolla Oliveira) veem sua rotina se transformar com o nascimento de sua filha. Choro à noite, fraldas trocadas, preocupação com o crescimento da pequena Laurinha. Só que as coisas saem do eixo quando o personagem de Lázaro não embarca na paternidade como poderia e deveria. O videogame fica à frente da preocupação com a filha, assim como o futebol. Ele ouve mais o amigo indisciplinado do que a esposa. É aí que ‘Papai é Pop’ começa a mostrar a importância de um pai presente, que não larga tudo no colo da mãe, ainda mais em uma sociedade que trata a mulher como a principal (senão única) responsável pelos filhos. O diretor Caito Ortiz (do divertidíssimo ‘O Roubo da Taça’) sabe como lidar com essa história com responsabilidade, ainda que algumas mensagens nem tão encaixadas escapem em alguns momentos – afinal, pai nenhum pode ser endeusado por fazer o mínimo, o básico. No fim das contas, dá para assistir ao filme sem solavancos, com um sorriso no rosto, pensando nas maravilhas da paternidade. Clique aqui para ler a entrevista com Lázaro Ramos e Paolla Oliveira

Matheus Mans

Matheus Mans

Editor do Filmelier

Onde assistir?

Fora de cartaz nos cinemas

Em breve em casa

Publicidade