Samaritano

Julius Avery
Ação2022

102 min

SamaritanoSamaritano
(2022)

Trailer

Sinopse

Sam Cleary, de 13 anos, suspeita que seu vizinho misterioso e solitário, o Sr. Smith é, na verdade, o lendário vigilante Samaritano, que foi dado como morto há 25 anos. Com o crime em ascensão e a cidade à beira do caos, Sam toma como sua missão persuadir seu vizinho a sair do esconderijo para salvar a cidade da ruína.

Ficha técnica

Por que assistir a este filme?

Sylvester Stallone é um dos grandes nomes dos filmes de ação, porém, ainda que ele tenha feito longas como ‘O Juiz’ e ‘Guardiões da Galáxia Vol. 2’, faltava uma produção de super-herói que ele pudesse chamar de sua. ‘Samaritano’, produção originalmente da MGM e que se tornou exclusivo do Prime Video após o estúdio ser comprado pela Amazon, finalmente preenche essa lacuna na carreira do astro. Aqui Sly é um lixeiro super-poderoso que começa a ser importunado pelo vizinho, o garoto Sam (o ótimo Javon “Wanna” Walton, de ‘Euphoria’), que acredita que ele é o Samaritano - um herói do passado que foi dado como morto há 25 anos, quando enfrentava o seu maior inimigo, Nemesis. A partir disso, constrói-se uma trama que aborda reflexões sobre o passado, os caminhos que o destino oferece e, principalmente, de que a vida não é preto e branca, mas sim cheia de tons de cinza. Tudo isso, vale dizer, sem tanta ação. É a dinâmica de Stallone com o jovem, e a relação deste último com outros personagens de um bairro do subúrbio, que dão liga à história. É, mal comparando, aquele clima de filme de super-herói da segunda metade dos anos 1990: as cenas mais elaboradas são dispostas pontualmente, para engrandecer o enredo. Por falar nisso, o roteiro merece um destaque: algumas situações, principalmente no primeiro ato, são extremamente convenientes - o que ajuda a ter um longa-metragem de apenas (ufa!) 101 minutos. Por outro lado, o último ato entrega uma boa (e interessante) reviravolta. Ainda que não ocupe esse lugar de épico grandioso da Marvel Studios, ‘Samaritano’ consegue ser mais do que um entretenimento esquecível - e isso, hoje em dia, já é uma enorme vantagem.

Renan Martins Frade

Renan Martins Frade

Editor-chefe do Filmelier

Onde assistir?

Indisponível nos cinemas

Publicidade