940x0_1608214820

“Falamos sobre o amor de uma sogra como mãe”, diz Cacau Protásio sobre ‘A Sogra Perfeita’

Longa-metragem dirigido por Cris D’Amato fala sobre uma mãe que quer a pretendente ideal para o filho

Matheus Mans   |  
24 de novembro de 2021 10:48

As sogras, geralmente, são retratadas nos cinemas como figuras possessivas, egoístas e até mesmo malvadas — só ver produções como ‘A Sogra’ ou ‘Segredo de Sangue’. O cinema, assim, contribuiu diretamente na criação desse estigma ao redor dessa mulher que é, acima de tudo, uma mãe. No final do caminho, é mais um preconceito contra a mulher.

Por isso é tão interessante um filme como ‘A Sogra Perfeita’, longa-metragem que chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, 25. Dirigida por Cris D’Amato (‘S.O.S.: Mulheres ao Mar’), a produção acompanha a história de Neide (Cacau Protásio), uma mulher que quer que seu filho, Fábio Júnior (Luís Navarro), saia debaixo de sua asa, de casa.

Cacau Protásio é a protagonista de ‘A Sogra Perfeita’, comédia nacional que chega aos cinemas nesta quinta, 25 (Crédito: Divulgação/Downtown/Paris)

🎞 Quer saber as estreias do streaming e dos cinemas? Clique aqui e confira os novos filmes para assistir!

Ela vê a oportunidade para isso quando Ciléia (Polliana Aleixo) chega em seu salão de beleza como a nova recepcionista. A partir daí, acompanhamos um malabarismo da dupla para conquistar o rapaz, que só quer saber de jogar videogame. É uma inversão do que estamos acostumados nos cinemas, com a sogra trabalhando ao lado de sua nora.

Publicidade

“A Neide quer namorar, quer sair, quer fazer sexo, curtir, ir pro samba, beijar na boca. Ela quer viver”, contextualiza Cacau sobre sua personagem. Cris diz que a ideia era, justamente, romper com o estigma. “Parece que a mulher que passou dos 50 não tem mais desejo, vontade de fazer nada, só cuidar dos filhos. Não é verdade. Quero chegar aos 90 fazendo tudo isso”, afirma. “Mulheres podem fazer o que quiserem na idade que quiserem. 

Experiência em ‘A Sogra Perfeita’

A protagonista Cacau Protásio nunca teve a experiência de ser sogra — afinal, ela não tem filhos. Além disso, uma certa experiência pessoal a afasta do que Neide tem a oferecer. “É engraçado que minha personagem é o contrário da minha mãe. O sonho dela é que eu me separe para ficar debaixo da asa dela, pra voltar a morar na casa dela”, conta a atriz.

Com isso, para entrar na personagem de ‘A Sogra Perfeita’, Cacau buscou entender melhor as experiências dos outros. “As inspirações foram as mulheres do mundo. Como fazer uma coisa que não tenho prioridade?”, diz. “Perguntava pra todo mundo. Como era a mãe da Polliana? No final, a gente não falava de uma mãe que quer viver, sogra parceira. A maioria das pessoas diz que a sogra é mala. No final, falamos sobre o amor de uma sogra como mãe”.

Polliana Aleixo, enquanto isso, chama a atenção como essa nora-namorada que está vivendo um momento de choque. Afinal, Ciléia é uma garota simples que vem do interior. Está buscando fincar raízes. Enquanto isso, a atriz também está começando esse processo ao fazer seu primeiro filme para os cinemas depois de uma série de boas experiências em novelas.

“Eu levei muito do sentimento do deslumbramento. E pra ela é muito assim. Ela é muito ingênua e eu comecei a entrar no clima das brincadeiras, das piadinhas do Rodrigo Sant’Anna, [que interpreta um amigo de Neide na trama]. Eu levava o que estava vivendo para o filme”, explica. “Comecei com o pé direito. Primeira vez nos cinemas, primeira vez com comédia. Levo para a vida a aprender a não se levar a sério”.

‘A Sogra Perfeita’ está disponível nos cinemas. Clique aqui para encontrar informações do filme, incluindo as sessões mais próximas de você.

Siga o Filmelier no FacebookTwitter e Instagram.