abracadabra-2-disney

‘Abracadabra 2’ prova que algumas sequências ainda valem a pena

Nostalgia, humor, inocência e muita magia, a continuação de ‘Abracadabra’ valeu a espera

30 de setembro de 2022 10:28

Este é o ano de saudosos retornos. Tanto que, quase 30 anos depois do lançamento do ‘Abracadabra’ original, temos a continuação chegando hoje, 30, ao Disney+. A comédia, que lá em 1993 não foi um grande sucesso de crítica e bilheteria, acabou ganhando o status de cult algumas décadas depois. Se tornou um clássico do Halloween, com Jessica Parker, Bette Midler e Kathy Najimy mostra o poder feminino em uma época em que mulheres eram jogadas na fogueira, literalmente.

‘Abracadabra 2’ chega para saciar a nostalgia de quem virou fã nessas três décadas. Com direção de Anne Fletcher (‘A Proposta’), a produção é um dos casos raros em que a sequência consegue se igualar, e até mesmo (em alguns momentos) superar a versão original. Afinal, estamos em 2022, os efeitos visuais são ótimos e há mais espaço para explorar inclusão, diversidade e uma trama que humaniza as bruxas, elas estão longe de serem vilãs.

Abracadabra 2: Sarah Jessica Parker, Bette Midler e Kathy Najimy retornam na pele das Irmãs Sanderson em 'Abracadabra 2' (Créditos: Divulgação/Disney)
Sarah Jessica Parker, Bette Midler e Kathy Najimy retornam na pele das Irmãs Sanderson em ‘Abracadabra 2’ (Crédito: Divulgação/Disney)

🎞  Quer saber as estreias do streaming e dos cinemas? Clique aqui e confira os novos filmes para assistir!

História já conhecida, mas incrivelmente boa e bem contada

Ok, a história pode não ser a coisa mais original do mundo, mas isso não é um problema. As três décadas de espera foram essenciais para garantir a qualidade do filme. O roteiro pode até ser semelhante ao de 1993, só que melhor trabalhado e com uma boa atualizada, ao focar em um protagonismo feminino e união.

Publicidade

‘Abracadabra 2’ segue ambientando em Salem, cidade do estado Massachusetts, nos Estados Unidos, e começa mostrando as irmãs Sanderson quando eram crianças. As três viviam de acordo com a leis cristãs antes de conhecerem a bruxaria, mas já tinham ideais revolucionários demais para época. As atrizes que dão vida a versão jovem das bruxas são incríveis, elas fazem até mesmo os tiques e movimentos de Midler, Parker e Najimy.

Avançando para os dias atuais, somos apresentados à três amigas Becca (Whitney Peak), Izzy (Belissa Escobedo) e Cassie (Lilia Buckingham), que tem interesse em bruxaria e realizam rituais todo ano. E uma delas acaba despertando as bruxas novamente.

Whitney Peak como Becca, Lilia Buckingham como Cassie e Belissa Escobedo como em Abracadabra 2 (Créditos: Divulgação/Disney)
Whitney Peak como Becca, Lilia Buckingham como Cassie e Belissa Escobedo como em ‘Abracadabra 2’ (Crédito: Divulgação/Disney)

As irmãs Sanderson, agora mais velhas, seguem em busca pela eterna beleza e juventude. Para conseguir isso, elas precisam fazer uma poção e sugar a vida de criancinhas. No entanto, agora elas têm um novo objetivo, se livrar de um descendente do reverendo machista que baniu uma delas de Salem no século XVI.

Quem foi que disse que bruxas são do mal?

Essa novo propósito das personagens acaba mudando completamente a narrativa. Se em 1993, elas eram vistas como as vilãs (por se alimentarem de crianças), a continuação muda isso, mostrando que não existe exatamente essa ideia de bem e mal. Pessoas continuam sendo pessoas e, bom, bruxas também. Isso é ótimo, já que mulheres à frente de seu tempo foram mortas há milhares de séculos por apresentarem comportamentos e fazerem rituais tidos como bruxaria – e sabemos que isso é um reflexo de machismo, conservadorismo e radicalismo religioso da época.

Nesse sentido, quando eu assisti à ‘Abracadabra’ na infância, meu maior sonho era ser a feiticeira de Sarah Jessica Parker, que também se chama Sarah no filme. Por mais divertida que ela fosse, ainda era uma personagem do mal e toda essa dicotomia não pega bem na mente infantil.

Abracadabra 2 tem também o retorno de Doug Jones como Billy, o zumbi mais paz e amor do cinema (Créditos: Divulgação/Disney)
‘Abracadabra 2’ tem também o retorno de Doug Jones como Billy, o zumbi mais paz e amor do cinema (Crédito: Divulgação/Disney)

📺 Quer centenas de filmes da Disney para assistir online? Confira aqui!

‘Abracadabra 2’ consegue te fazer querer ser uma bruxa sem medo, porque, no fim das contas, elas são cheias de qualidades e defeitos como qualquer um. Só precisamos entender qual a melhor forma de usar nossos poderes. A união e, principalmente, a união feminina é um dos pontos mais importantes da história. Uma excelente atualização para as novas gerações.

Além disso, o filme é despretensioso, com piadas ótimas sobre o mundo moderno, cuja as bruxas consideram magia poderosíssima. Ainda que tenha um pouco do humor atual, a ingenuidade da história segue a mesma do original, dando uma leveza à narrativa.

Ah! Vale citar que existem duas cenas extras, uma bem no começo dos créditos e outra depois, deixando um gancho para um outro filme.

‘Abracadabra 2’ já está disponível no Disney+. Clique aqui para mais informações da produção, incluindo ficha técnica e o link para assistir online.

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.