Cinema vazio / Chris Marchant / Flickr

Cinema Roxy encerra operações no Rio de Janeiro

Grupo Severiano Ribeiro confirmou que o prédio que abrigava o Roxy está disponível para venda por R$ 30 milhões

Matheus Mans   |  
8 de junho de 2021 18:45

O clássico cinema Roxy, inaugurado em 1938 na esquina da Avenida Copacabana com a Rua Bolívar, foi vencido pela pandemia do novo coronavírus. Após um burburinho de meses, o Grupo Severiano Ribeiro confirmou para a Veja Rio que o Roxy fechou as portas em definitivo.

Assim, o imóvel, em estilo Art Déco, está disponível para venda por cerca de R$ 30 milhões. Apesar de não ter destino certo, vale lembrar que o espaço pode abrigar qualquer tipo de comércio, desde que respeite a arquitetura do local. Afinal, o prédio é tombado pelo Patrimônio Histórico desde 2003.

Cinema Roxy, em Copacabana
Tradicional cinema de rua do Rio de Janeiro fechou suas portas de vez (Crédito: Wiki Commons)

Com isso, o novo proprietário terá que preservar os pilares da entrada, o letreiro externo sobre a entrada; a galeria de entrada com esquadrias, pisos, escadaria, corrimãos, luminárias originais e materiais de revestimento; o jirau da entrada com sua forma, seus corrimãos, luminárias originais e revestimentos; e a cúpula de concreto que encima as salas de projeção.

Publicidade

Por fim, vale lembrar que o Roxy passou por várias mudanças como cinema. Em 1938, tinha uma sala com 1630 lugares — como era tradicional naquele período, com salas amplas e espaçosas. Depois, em 1991, se dividiu em três salas para 800 pessoas em cada uma. Em 2020, fechou no início da pandemia, reabriu brevemente e, enfim, encerrou as atividades.

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.