Cinema vazio / Chris Marchant / Flickr

Exibidores pedem que o governo de SP determine o fechamento dos cinemas

O mesmo pedido está sendo feito em outros estados pelo Brasil

17 de março de 2020 12:42
- Atualizado em 17 de junho de 2020 12:23

Por meio de nota, a Feneec (Federação Nacional das Empresas Exibidoras Cinematográficas) e o Sindicato das Empresas Cinematográficas do Estado de São Paulo pedem que o governador de São Paulo, João Dória, ordene o fechamento dos cinemas em todo o estado. “Outras cartas similares estão sendo divulgadas nos demais estados onde ainda não foi determinado o fechamento dos cinemas”, informam as associações.

O fechamento de locais de grande circulação de público, como cinemas, casas de shows e teatros, é visto por especialistas como uma forma de conter a proliferação do SARS-CoV 2 (o novo coronavírus), responsável por causar a pandemia global do covid-19. Nesta terça (17), foi confirmada a primeira vítima fatal da doença – justamente em São Paulo.

Sala do Cinemark, rede de cinemas que atua nos shoppings de São Paulo (crédito: divulgação / Cinemark)

“As empresas exibidoras entendem que a grave situação colocada pela pandemia da covid-19 é urgente e demanda uma resposta rápida que somente o Estado está habilitado a tomar”, informa a nota. “Infelizmente o fechamento das salas por iniciativa das empresas demandaria negociações com cada uma das empresas administradoras de cada shopping onde existe uma sala de cinema, o que seria penoso e lento. Os shoppings pertencem a diferentes grupos econômicos, com participação de investidores, fundos de previdência, fundações e outros, o que demandaria diversas instâncias de negociação, resultando num prazo para solução dos problemas que a saúde pública não tem. O bem estar dos espectadores de cinema e dos funcionários das empresas de cinema é hoje a nossa prioridade”.

Publicidade

Atualmente, o governo paulista apenas recomenda o fechamento dos cinemas, o que já foi acatado por exibidores como o Cine Belas Artes, na capital – que é de rua. Enquanto isso, no Rio de Janeiro, o governo local decretou o encerramento das atividades por 15 dias de diversos estabelecimentos, incluindo aí os cinemas.

Crédito da imagem de destaque: Chris Marchant / Flickr.