deus-e-o-diabo

Itaú Cultural lança plataforma gratuita de streaming

Itaú Cultural Play entra no ar em 19 de junho com mais de 135 títulos, entre longas, curtas e especiais, vindos de todas as regiões do Brasil

Matheus Mans   |  
17 de junho de 2021 12:00

O Itaú Cultural anunciou nesta quinta-feira, 17, que sua nova plataforma de streaming entrar no ar ainda esta semana: no sábado, Dia do Cinema Brasileiro, dia 19 de junho. Gratuito, o streaming Itaú Cultural Play começa os trabalhos com um catálogo inicial de 135 títulos de todas regiões do nosso país.

Quem acessar a plataforma, já a partir de sábado, poderá encontrar filmes de ficção, documentários, séries, animações para crianças e para adultos, produções experimentais, entrevistas, palestras, curtas e longas-metragens. Novidades entram no serviço a cada 15 dias.

‘Cidade dos Piratas’, de Otto Guerra, faz parte do cardápio oficial do Itaú Cultural Play (Crédito: Divulgação/Itaú Cultural)

Para chegar nesse resultado, Eduardo Saron, diretor da instituição, conta que o Itaú Cultural Play se baseou em um tripé: conteúdo, curadoria e tecnologia. A ideia, segundo ele, é trazer conteúdo diverso, sempre com a embalagem de uma curadoria profissional, disponível na plataforma.

Publicidade

“Teremos temas que o Itaú Cultural trata há muito tempo, como questões indígenas, cultura negra e mais diretoras mulheres”, exemplifica Saron, em coletiva de imprensa, sobre o conteúdo. “Ainda sugerimos um link que nos leva para outros conteúdos que tenham conexão com aquelas produções”.

Filmes do Itaú Cultural Play

Já na estreia, por exemplo, o serviço conta com alguns carrosséis — que são áreas dedicadas à essas curadorias específicas. Há homenagem, por exemplo, aos cineastas Glauber Rocha e Luiz Carlos Barreto. De Glauber, há exibição de ‘Barravento’, ‘Deus e o Diabo na Terra do Sol‘, dentre outros.

Já dos títulos produzidos e realizados por Luiz Carlos Barreto, o Barretão, destaque para produções sobre futebol. Tem ‘Garrincha: Alegria do Povo’, documentário inovador de 1962. Há, também, ‘Isto é Pelé’, dirigido por ele ao lado de Eduardo Escorel, em 1974, com grandes jogadas do Rei.

Garrincha, no Itaú Cultural Play
‘Garrincha: Alegria do Povo’, do Barretão, também está no catálogo oficial (Crédito: Divulgação/Itaú Cultural)

Outras mostras destacam diretores alternativos ou independentes, como Carlos Nader, Joel Pizzini, Júnia Torres, Otto Guerra, Joel Zito Araújo. Um dos programas permanentes é reservado ao cinema de autoria negra, com André Novais Oliveira, Viviane Ferreira, Joel Zito Araújo e Juliana Vicente.

Tem ainda animações (para crianças e adultos) e conteúdos promovidos por parceiros, como o ‘Café Filosófico’, da CPFL, e conteúdos do É Tudo Verdade.

Como acessar o Itaú Cultural Play?

Por enquanto, a partir de 19 de junho, só é possível acessar a plataforma por meio de navegadores no site oficial do streaming. Depois, em outros dois momentos até setembro deste ano, a plataforma deve chegar em lojas de aplicativos para celulares e, enfim, em sistemas de TVs inteligentes.

Para acessar, nada de assinatura. O usuário precisa apenas fazer um cadastro, para ter uma conta própria no sistema, e navegar pelos conteúdos disponíveis. A ideia do Itaú Cultural é, justamente, se tornar uma espécie de “farol” para esse conteúdo nacional e plural, sem cobrar por isso.

Siga o Filmelier no FacebookTwitter e Instagram.