jackie-chan

Jackie Chan justifica sumiço de Hollywood: “Sempre me oferecem o mesmo papel. Ser inovador é o mais difícil”

Em entrevista exclusiva ao Filmelier, Jackie Chan fala sobre carreira, novas aspirações e ‘Contos do Caçador de Sombras’

Matheus Mans   |  
20 de outubro de 2020 10:35
- Atualizado em 21 de outubro de 2020 11:53

Quem nunca assistiu a ao menos um filme com Jackie Chan? Nascido em Hong Kong, o astro fez história nos cinemas ao protagonizar histórias como ‘A Hora do Rush’, ‘Quem Sou Eu?’ e o novo ‘Karatê Kid’. No entanto, nos últimos anos, sua carreira deu uma guinada. Começou a deixar o cinema de Hollywood de lado para focar em grandes produções chinesas, como ‘Contos do Caçador de Sombras’, que estreou recentemente no Brasil em streaming.

No longa-metragem, Chan sai de seu papel habitual de socos e pancadaria para viver Pu Songling, um escritor chinês que realmente existiu. No entanto, em ‘Contos do Caçador de Sombras’, nada de seguir por um caminho de cinebiografia. O diretor Jia Yan opta por um ambiente lúdico, de fantasia, em que esse protagonista vivido por Jackie Chan tem demônios de estimação, lida com belas criaturas fantásticas e tem uma aura mágica.

Jack Chan encarna um papel pouco usual de sua longa e prolífica carreira em ‘Contos do Caçador de Sombras’ (Foto: Divulgação / Synapse)

Publicidade

“Meu personagem rompe com o retrato típico de Pu Songling como um estudioso. Queremos dar ao público uma visão completamente nova do personagem”, conta Jackie Chan, em entrevista exclusiva ao Filmelier. “Já interpretei tantos personagens diferentes. Mas o gênero de fantasia não é algo que trabalho com frequência. Sempre adorei fazer filmes de família que podem ser adequados para adultos e crianças”, explica o astro.

Jackie Chan em Hollywood

Dessa maneira, essa mudança de ares foi a deixa para o astro oriental falar ao Filmelier também sobre sua presença em Hollywood. Afinal, depois de tantos sucessos que lideraram bilheterias ao redor do mundo, qual o motivo para deixar o cinema dos EUA para trás? “Na verdade, nunca saí da América. Eu simplesmente não encontrei o roteiro certo”, responde o ator.

“Todos esses anos depois do ‘Karatê Kid’, recebi tantos roteiros, mas o papel é [sempre] um policial de Hong Kong”, reclama Jackie Chan, ao ser questionado. “É por isso que levei sete anos até aceitar um papel em outro filme de Hollywood, com ‘O Estrangeiro’. Quero ter certeza de que o público poderá ver esses lados diferentes de Jackie Chan. Gostaria que o público me considerasse um ator que faz ação, não apenas uma estrela de ação”.

Um dos principais papéis de Jackie Chan em Hollywood foi em ‘A Hora do Rush’ (Crédito: Divulgação / Warner Bros.)

Além disso, ele completa que já alcançou suas metas. “Após tantos filmes de ação ao longo dos anos, já alcancei todas as minhas ambições. É muito difícil encontrar frescor agora. Ser inovador é o mais difícil. Você não pode simplesmente chutar indefinidamente em 360 graus. O público ficará entediado”, diz. “Estou ansioso para papéis mais dramáticos. No futuro, continuarei a fazer comédia de ação, mas também outros novos gêneros”.

Novos tempos

Com essa necessidade de se transformar, Jackie Chan também mostra que está aberto à novos formatos nos cinemas. Apesar de ter batido mais de US$ 240 milhões com ‘A Hora do Rush’ nos anos 1990 e US$ 360 milhões com ‘Karatê Kid’ em 2010, o ator não reclama ou fica incomodado ao saber que ‘Contos do Caçador de Sombras’ chegou ao Brasil diretamente para assistir online, em plataformas de video on demand como NOW, Apple TV e Google Play.

‘Karatê Kid’, de 2010, foi um dos últimos grandes papéis de Jackie Chan em Hollywood (Crédito: divulgação / Sony Pictures)

“Em nossos velhos tempos, a bilheteria era o único ‘número’ que usávamos para quantificar se um mercado é grande ou um filme é sucesso”, afirma Jackie Chan, ao ser questionado sobre o formato. “Mas agora as pessoas vão assistir a filmes em casa! A bilheteria não é a única forma de mercado que precisamos olhar. Esta é uma tendência global, principalmente neste momento difícil fazer com que essa tendência cresça ainda mais rápido”.

E os novos projetos de Chan? Ele conta que recentemente terminou de gravar o filme ‘Project X-Traction’, suspense em que contracena com John Cena e que está em pós-produção. Também dirigiu um filme em 2019, que também está pronto e aguardando finalização. “Com a covid-19, os planos mudaram”, contextualiza Jackie Chan, enquanto finaliza a entrevista. “Mas espero que estejam prontos para receber o público em breve nos cinemas”.

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.