Modo Avião

‘Modo Avião’ se torna o filme em língua não-inglesa mais popular da história da Netflix

Dado foi divulgado pela própria plataforma de streaming

28 de fevereiro de 2020 09:53
- Atualizado em 17 de junho de 2020 12:36

O cinema brasileiro tem mais um motivo para sorrir, mesmo que em momento difícil: ‘Modo Avião‘, produção da Netflix estrelada por Larissa Manoela, se tornou o filme em língua não-inglesa mais assistido na história da plataforma de streaming. A informação foi divulgada pela própria empresa para a Variety e também no Twitter.

De acordo com os dados, o longa-metragem, que foi lançado em 23 de janeiro passado, foi assistido por cerca de 28 milhões de contas. Destes, um terço (9,3 milhões, mais ou menos) foi no Brasil e o resto, dois terços (outros 18,6 milhões), em outros países. Estados Unidos, México, França e Alemanha são os países que lideram o ranking de popularidade do filme.

Para apurar estes dados, a Netflix considera as contas que assistiram, ao menos, dois minutos do filme – lembrando que é possível que mais de um usuário por conta tenha visto a produção, principalmente entre aqueles que dividem senhas ou tenham assistido em grupo.

Publicidade

Não há uma auditoria de terceiros, nem a divulgação de quais filmes ‘Modo Avião’ superou. É possível imaginar, por exemplo, que o título nacional tenha ultrapassado ‘Roma‘, que venceu o Oscar de Filme Estrangeiro no ano passado e foi uma grande aposta da plataforma.

Na aferição do Filmelier, o longa foi o quinto lançamento mais popular de janeiro, em um ranking que leva em conta o comportamento dos usuários do sistema de recomendação.

Dirigido por César Rodrigues, o ‘Modo Avião’ conta a história de Ana (Larissa Manoela), uma influenciadora digital que bate o carro enquanto usava o celular – e é enviada para a fazenda do avô rabugento (Eramos Carlos), onde passa por um detox digital forçado.

‘Modo Avião’ também foi o primeiro filme totalmente produzido pela Netflix no Brasil. ‘O Matador’, lançado como produção original em 2016, foi produzido de forma independente, afirma a Variety.