Apple_unveils-the-next-gen-of-appletv4k-

Nova geração da Apple TV 4K promete acabar com velho problema

Gadget terá função para configuração automática do balanço de cor das TVs, melhorando a experiência na hora de assistir a filmes e séries

20 de abril de 2021 15:12

Nesta terça (20), a Apple aproveitou o seu evento de primavera para anunciar uma nova geração da Apple TV 4K. O gadget, que transforma televisões em smart TVs com o ecossistema da empresa de Cupertino, passa a ter o processador A12 Bionic – o mesmo do iPhone XS – e funções que facilitam a vida do usuário.

A principal delas é o balanço de cor automático, feito em conjunto com o iPhone. Ao usuário, basta ligar o ajuste e colocar o telefone no lugar pedido. Todo o resto do trabalho é feito pelo Apple TV, deixando a televisão nas configurações de imagem ideais, imaginadas pelos diretores e produtores daquilo que é visto na tela.

A nova Apple TV 4K usando o iPhone para configurar a TV (Imagem: reprodução / Apple)

Isso resolve um dos grandes problemas da indústria, em termos de experiência. Um pequeno grupo de espectadores sofre para encontrar boas configurações de imagem em suas TVs, enquanto a maioria simplesmente ignora as possibilidades, deixando-as no padrão de fábrica – que não são os ideais.

Publicidade

O resultado disso é que a maioria esmagadora das pessoas não assiste aos filmes e séries da forma como eles foram originalmente concebidos em termos de imagem.

Já há alguns anos existe um esforço da indústria para resolver o problema. A Netflix, por exemplo, faz pesquisas nessa área. Ao que parece, a Apple conseguiu resolver o problema da TV usando justamente o seu maior produto: o celular.

Além disso, o novo processador da segunda geração da Apple TV 4K permite trazer o HDR com alta taxa de atualização de imagem.

O HDR, já existente na versão anterior, melhora a forma como uma imagem com alto contraste entre luz e sombra é mostrada na tela. Já o high refresh rate é uma taxa de atualização mais rápida na tela, o que melhora a experiência ao assistir jogos ou em games. Na nova Apple TV, a frequência será de 60 frames por segundo – menos da metade dos monitores topo de linha atuais.

A nova versão do gadget também terá Dolby Vision, que é o padrão de imagem HDR da Dolby, gigante do setor. A tecnologia já está presente no iPhone 12 Pro.

Claro que a exibição dessas imagens incríveis dependerá da tela conectada à Apple TV.

A nova geração da Apple TV 4k e do Siri Remote (Foto: divulgação / Apple)

Por fim, foi anunciado um novo Siri Remote, o controle remoto da Apple TV. Visualmente, parece uma mistura do primeiro controle do gadget com a segunda versão. Além de ficar mais fácil navegar nos menus, foi adicionado um botão para ligar e desligar a TV – como faz o seu velho set-top box da NET.

Nos EUA, a nova Apple TV 4K chega por US$ 179 (na versão de 32GB) e US$ 199 (64GB). O novo Siri Remote poderá ser comprado para versões anteriores do gadget por US$ 59, mas ele virá por padrão a partir de agora. O lançamento acontece na segunda metade de maio.

No Brasil, os valores cobrados serão, respectivamente R$ 2.399 e R$ 2.599. Não há ainda uma data de lançamento no nosso país.

Apple TV, app Apple TV, TV+…

É bom ressaltar que o uso da marca é um pouco confuso. O que está ganhando uma nova versão nesta terça é a Apple TV, gadget que é conectado à TVs e permite acesso a apps e filmes por meio do ecossistema da gigante de Cupertino.

Dentro dele há o app Apple TV, que traz milhares de filmes para aluguel e compra, além de centralizar o que você está assistindo em streamings como Disney+, Globoplay, Amazon Prime Video e outros.

Por fim, dentro do aplicativo há o Apple TV+, plataforma de streaming por assinatura com filmes e séries exclusivos, como ‘Ted Lasso’ e ‘Cherry: Inocência Perdida’. Ao comprar o gadget Apple TV (ou outros produtos qualificados da empresa), o usuário ganha um ano de TV+.

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.