The-Irishman-2019-de-Martin-Scorsese

Para Scorsese, ‘O Irlandês’ nunca funcionaria como série de TV

Um passo a passo para transformar o filme em minissérie viralizou, mas, na visão do diretor, isso estraga a experiência

29 de novembro de 2019 23:42
- Atualizado em 2 de dezembro de 2019 15:38

Ainda que seja comum que os assinantes da Netflix passem horas maratonando as suas séries favoritas, muitos foram às redes sociais nos últimos dias para reclamar da longa duração de ‘O Irlandês’, a grande aposta da plataforma de streaming para o Oscar 2020 e que estreou na última semana.

Teve gente, inclusive, que começou a compartilhar dicas e “passo a passo” para quebrar as 3h29 de duração do longa-metragem em uma minissérie de quatro partes. Isso, no entanto, vai contra a vontade do próprio diretor, Martin Scorsese.

Leia também: Todos os lançamentos do streaming da semana.

“Você poderia dizer que ‘é uma longa história, que pode durar por duas temporadas’ – eu vejo gente falando isso”, disse o cineasta ao Entertainment Weekly. “Absolutamente que não. Eu nunca pensei nisso. Porque o ponto desse filme é a acumulação de detalhes. É um efeito acumulado acumulativo no final do longa – o que quer dizer que você precisa ver do começo ao fim [numa sentada só], se você estiver inclinado a isso”.

O que o diretor quer dizer é que, para alcançar o feito proposto por ele nos 20 minutos finais da história, é necessário assistir de uma vez só, já que pausas muito longas podem tirar o efeito pretendido. Não se preocupe: se você fizer algumas pausas rápidas apenas para ir ao banheiro ou para renovar o estoque de pipoca, Scorsese não estará olhando para julgá-lo.

Publicidade

“Uma série é legal, é incrível, você pode desenvolver um personagem e o enredo e mundos são recriados. Mas isso não era o certo aqui”, disse o cineasta – que, vale lembrar, é produtor-executivo e co-criador da série ‘Vinyl’, da HBO.

Leia mais sobre ‘O Irlandês’ aqui no Filmelier.

Confira também as novidades de filmes na Netflix em novembro.