Steven-Spielberg-1

Netflix e produtora de Steven Spielberg fecham acordo para produção de filmes

Antes de fechar acordo com a empresa, Spielberg teria dito que só faria um filme para plataformas de streaming se “o inferno congelasse”

Matheus Mans   |  
21 de junho de 2021 18:32
- Atualizado em 22 de junho de 2021 12:11

Os ventos do mercado de streaming mudaram de direção nesta segunda-feira, 21. Após declarações contrárias às plataformas, o cineasta Steven Spielberg fechou um acordo com a Netflix a partir de sua produtora, a Amblin Partners, para a produção de vários filmes por ano para o serviço.

O acordo, noticiado pelo Deadline, vem dois anos após falas de Spielberg sobre a Netflix e o mercado de streaming como um todo. Na época, o cineasta afirmou que só faria um filme para a gigante do entretenimento se “o inferno congelasse”. Até hoje, a equipe de Spielberg nega a declaração.

Cena de Os 7 de Chicago, filme produzido pela empresa de Spielberg
‘Os 7 de Chicago’ foi a primeira aproximação concreta da Amblin com a Netflix (Crédito: Divulgação/Netflix)

No entanto, o que não dá para negar é que o cineasta não enxerga os filmes para streaming como cinema. Em declarações públicas, Spielberg reafirmou que produções de originais serviços de streaming não deveriam concorrer ao Oscar, mas sim ao Emmy — por serem essencialmente filmes para TV.

Transformação de Spielberg

Publicidade

Mas, depois disso, as relações começaram a se estreitar e o dinheiro a falar mais alto. Primeiramente, ele fechou um acordo com a Apple, também via Amblin Partners, para produção de séries. Depois, vendeu os direitos de ‘Os 7 de Chicago’ para a Netflix e do vindouro ‘Maestro’, de Bradley Cooper.

“Na Amblin, a narração de histórias estará para sempre no centro de tudo o que fazemos, e desde o minuto em que Ted [Sarandos, CEO da Netflix,] e eu começamos a discutir uma parceria, ficou muito claro que tínhamos uma oportunidade incrível de contar novas histórias juntos e alcançar o público de novas maneiras”, disse Spielberg em comunicado enviado à imprensa.

Por fim, vale lembrar que este novo acordo com a Netflix não influencia a parceria da Amblin com a Universal Pictures — parceira de longa data da empresa e de Spielberg. Filmes voltados unicamente para as telas grandes, pelo menos em um primeiro momento, continuarão a ser produzidos.

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.