ray-fisher-joss-whedon

Ray Fisher acusa Joss Whedon de comportamento abusivo no set de ‘Liga da Justiça’

O ator descreveu a postura do diretor como nojenta, abusiva, pouco profissional

1 de julho de 2020 18:02

O Ray Fisher acusou o diretor Joss Whedon de postura abusiva durante as gravações de ‘Liga da Justiça’. O intérprete do Ciborgue fez a denúncia no Twitter e afirmou que ele tinha apoio de figuras importantes da produção.

Segundo Fisher, o produtor Jon Berg e o CEO da DC na época, Geoff Johns, corroboravam com o comportamento de Whedon. Na rede social, ele usou fortes palavras para descrever o que acontecia, mas não foi tão direto quanto ao que teve que tolerar enquanto trabalhava no filme.

Ray Fisher como Ciborgue em ‘Liga da Justiça’. (Crédito: Reprodução Youtube)

“O tratamento de Joss Whedon com elenco e a equipe da ‘Liga da Justiça’ era nojento, abusivo, pouco profissional e completamente inaceitável. Ele foi autorizado, de várias maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade > Entretenimento”, escreveu Ray Fisher.

Publicidade

Procurado pela revista Variety, os representantes do diretor não quiseran comentar o caso. Joss Wheadon também foi responsável pela direção dos dois primeiros filmes da franquia “Vingadores”.

Ray Fisher retirou os elogios que fez ao diretor

O filme ‘Liga da Justiça’ ganhou um painel na Comic-Con quando foi lançado e na ocasião, Ray Fisher elogiou Joss Wheadon. No começo da semana, o ator publicou o trecho em que fala do diretor dizendo que gostaria de retratar o que havia dito.

“Joss é um ótimo cara e Zack [Snyder] escolheu uma boa pessoa para finalizar o filme por ele”, disse Fisher na época. Zack Snyder era o responsável pela direção do filme, mas teve que abandonar o projeto e Wheadon assumiu.

Equipe de ‘Liga da Justiça’ demonstra apoio a a Ray Fisher

Sem um posicionamento da Warner e do diretor, alguns membros da equipe de ‘Liga da Justiça’ resolveram demonstrar seu apoio a Ray Fisher. Os dublês ficaram do lado de Fisher. Richard Cetrone, dublê do Batman, Caitlin Burles, dublê de Gal Gadot e o fotógrafo Clay Enos comentaram nas publicações do ator demonstrando suporte.

O elenco principal do filme, formado por Gal Gadot, Ben Affleck, Jason Momoa, Ezra Miller e Henry Cavill, ainda se pronunciou sobre o caso.

Ator de ‘Rogue One’ defende Joss Wheadon

O ator Alan Tudyk (‘Rogue One: Uma História Star Wars’), que é amigo de Joss Wheadon, falou sobre o caso ao ver uma matéria sobre as acusações de Fisher. Ele já trabalhou com o diretor diversas vezes e saiu em sua defesa.

“Eu não estava lá, mas conheço Joss há 17 anos, e honestamente não consigo nem imaginar [essa situação], e olha que eu tenho uma imaginação fértil”, escreveu ele também no Twitter.

Até o momento, Joss Wheadon não se pronunciou sobre as acusações de Ray Fisher.