fear-street-painel

Elenco de ‘Rua do Medo’ elege as melhores mortes da trilogia

Kiana Madeira, Olivia Scott Welch, Benjamin Flores Jr., a diretora Leigh Janiak e o criador R.L. Stine participaram do painel na Comic-Con@Home

23 de julho de 2021 21:06
- Atualizado em 18 de maio de 2023 13:13

‘Rua do Medo’ foi um dos lançamentos mais promissores da Netflix no último mês. O sucesso dos filmes garantiu um painel na Comic-Con@Home, que aconteceu hoje, 23. Durante o bate-papo o elenco, Kiana Madeira, Olivia Scott Welch, Benjamin Flores Jr., a diretora Leigh Janiak e o criador R.L. Stine, escolheram as melhores mortes da franquia.

A trilogia é a versão cinematográfica da série de livros homônima escrita por Stine, mesmo autor de ‘Goosebumps’. É importante alertar que se você ainda não assistiu aos filmes é melhor não continuar esse texto pois terá spoilers.

‘Rua do Medo’ foi lançada na Netflix com formato diferente, sendo um longa por semana, completando três. Na trama, um grupo de adolescentes tenta desvendar o mistério que assombra a cidade onde eles moram por gerações.

Os filmes são uma ode aos slashers, gênero que se tornou popular no cinema de baixo orçamento dos anos 1970, 1980 e 1990. Títulos de sucesso surgiram neste contexto, como ‘O Massacre da Serra Elétrica’, ‘Halloween’, ‘Sexta-Feira 13’ e ‘Pânico’.

Publicidade

Agora, temos uma versão repaginada dessas produções com temas importantes – sexualidade, poder feminino e também diversidade – além dos tradicionais banhos de sangue. E já que estamos falando disso, o elenco escolheu durante o painel na Comic-Con@Home as cenas mais impactantes da trilogia: as mortes.

Kiana Madeira, a protagonista Deena na trilogia, escolheu a emblemática morte da atriz Julia Rehwald (Kate Schmidt no filme), que tem a cabeça destroçada por um cortador de pão.

“Eu já vi essa cena umas seis vezes e toda vez eu fico desconfortável, é muito difícil de assistir. Especialmente porque a Julia, é uma atriz incrível e a gente ama a Kate como personagem. Você entende que aquele ambiente pode sugerir aquela morte, mas é claramente um dos últimos recursos. Você pensa que aquilo não vai acontecer e acontece”, contou ela.

Kiana completou que a pior parte é ver o que acontece com a cabeça da personagem depois que foi dilacerada pelo cortador. Essa é, sem dúvida, uma obra-prima do cinema gore. Dario Argento ficaria orgulhoso se visse.

Olivia Scott Welch escolheu o momento em que ela morre. “É zoado se eu escolher a minha morte?”, começou ela, que interpreta a Sam em ‘Rua do medo’. “A minha cena é tão legal e essa foi a primeira coisa que fiquei sabendo sobre o papel”, continuou. A personagem dela morre afogada pela namorada em um aquário de lagostas, o que deixa tudo bem inesquecível.

Welch contou que o fato de que já sabia como ia morrer gerou muita ansiedade por esse momento e como ele é inesperado no filme. A atriz passou por uma preparação de oito horas para ser afogada em cena e ela adorou. “Foi divertido, eu adorei fiquei dentro da água, era quentinho, tão gostoso”, disse Olivia Scott Welch.

A morte favorita de Benjamin Flores Jr, que interpreta Josh, é a da Maya Hawke (‘Stranger Things’), que lembra muito o começo da franquia ‘Pânico’, pois é também uma das cenas iniciais de ‘Rua do Medo’.

“Eu gosto da primeira, que já pontua qual será o tom que o filme vai seguir”, contou ele. E Olivia Scott Welch completou que é um momento bem emotivo, pois já criamos uma rápida conexão com a personagem. “A sequência inteira é um dos meus momentos favoritos”, finalizou Flores.

A diretora Leigh Janiak também contou sobre a importância dessa cena e como ela entrega tudo que está em jogo na trilogia. Já que os assassinos são pessoas boas da cidade que acabam se tornando vítimas da maldição. O que difere de outras produções do gênero.

Os três filmes de ‘Rua do Medo’ estão disponíveis na Netflix e você pode ver mais informações clicando aqui.

Ficou curioso para assistir ao painel inteiro? Confira abaixo:

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.