A Menina que Matou os Pais

    Mauricio Eça
    A Menina que Matou os PaisA Menina que Matou os Pais
    (2021)

    Trailer

    Sinopse

    Em 2002, um crime chocou o Brasil. Agora, dois filmes vão revisitar a história sob dois pontos de vista do chocante caso: o de Suzane von Richthofen e o de seu namorado Daniel Cravinhos que com participação do irmão de Daniel, Cristian Cravinhos, assassinaram os pais de Suzane, Manfred e Marísia von Richthofen.

    Ficha técnica

    Por que assistir a este filme?

    Filme para assistir em conjunto com ‘O Menino Que Matou Meus Pais’, ambos exclusivos da Amazon Prime Video, ‘A Menina Que Matou os Pais’ mergulha em um assunto que dominou as páginas policiais dos jornais no começo dos anos 2000: o assassinato brutal de Marisia e Manfred von Richthofen pelas mãos da filha, Suzane, e dos irmãos Cravinhos -- sendo Daniel Cravinhos namorado da garota. Com Carla Diaz (da novela ‘O Clone’) encarnando o papel da assassina, acompanhamos aqui a versão dos dois irmãos (Leonardo Bittencourt e Allan Souza Lima) sobre o crime, colocando Suzane como uma jovem mulher manipuladora e que bolou todo o assassinato. Ainda que seja um pouco indeciso no tom a ser usado e Diaz esteja um pouco exagerada em cena em alguns momentos, o longa-metragem enfim coloca o Brasil na rota dos filmes que ficcionalizam crimes reais -- algo que é feito há décadas nos Estados Unidos, com produções como ‘Zodíaco’, ‘Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal’ e afins. Poderia ser um pouco mais ousado narrativa e esteticamente, brincando mais com a história e as várias versões que circundam o caso, mas ‘A Menina Que Matou os Pais’ cumpre o seu papel. Destaque para os atores que interpretam os pais de Suzane (Leonardo Medeiros e Vera Zimmermann) e os pais dos Cravinhos (Augusto Madeira e Débora Duboc). Ajudam a complementar o filme.

    Matheus Mans

    Matheus Mans

    Editor do Filmelier

    Onde assistir?

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade

    Indisponível nos cinemas

    Publicidade