A Pequena SereiaA Pequena Sereia
(2023)
Fechar vídeo

A Pequena Sereia

Uma sereia se apaixona por um príncipe e faz um acordo com uma bruxa para se tornar humana.

Trailer

Por que assistir a este filme?

Uma das principais apostas da Disney entre os anos de 2010 e 2020 são os live-actions – que, em essência, são adaptações quase literais de clássicos da animação do estúdio. Alguns resultados são bem ruins (como Mulane O Rei Leão), muitos são apenas medianos (A Bela e a Fera, Malévola) e pouquíssimos são bons como Aladdin. A Pequena Sereia, que novamente traz praticamente a mesma história da animação dos anos 1980, se encaixa nesse grupo do meio: não tem nenhuma cena musical brilhante como Aladdin, apesar de ser dirigido por um dos grandes nomes do gênero (Rob Marshall, de Chicago), mas também não é absolutamente desastrado. Muito disso por conta das boas músicas, que já conhecemos do desenho, mas também pela boa atuação de Halle Bailey como a protagonista e por algumas mudanças pontuais certeiras, como a relação mais profunda entre a princesa e seu amado. É um filme que não muda a vida de ninguém (e talvez valha mais a pena assistir ao desenho de 1989), mas dá para se emocionar com a história.

Matheus Mans

Matheus Mans

Editor do Filmelier

Sinopse do filme

A filha do rei Tritão, Ariel, se apaixona loucamente por um príncipe que salvou de um naufrágio. Ela decide ir procurá-lo em terra firme e pede ajuda à bruxa do mar, Úrsula.

Compartilhar

Onde assistir?

Disponível em casa