Time to Hunt

Batalha legal faz Netflix adiar lançamento de filme

‘Tempo Para Caçar’ devia ter estreado na plataforma de streaming nesta sexta (10)

10 de abril de 2020 20:04
- Atualizado em 17 de junho de 2020 12:07

Uma disputa jurídica não deixou ir ao ar um dos lançamentos desta semana da Netflix. Programado originalmente para estrear nesta sexta (10), ‘Tempo Para Caçar’ (‘Time to Hunt’, em inglês) é o centro de uma briga que envolve o distribuidor sul-coreano e o agente de vendas que negociou os direitos com o serviço de streaming global.

Com o título original de ‘Sanyangeui sigan’ e dirigido por Sung-hyun Yoon, o longa-metragem conta com Choi Woo-shik, de ‘Parasita‘, no elenco – e foi selecionado para o Festival de Berlim deste ano. Na Coreia do Sul, os direitos pertencem à distribuidora Little Big Pictures, com a Contents Panda contratada como agente de vendas para o resto do mundo.

Acontece que a estreia nos cinemas sul-coreanos, que aconteceria em fevereiro, foi cancelada por conta das medidas para conter o avanço do novo coronavírus, que fechou os exibidores locais. Com isso, a distribuidora coreana – a Little Big Pictures – fechou um contrato de licenciamento global com a Netflix, que marcou o lançamento do longa em 190 países para este 10 de abril.

‘Tempo Para Caçar’e mistura crime, drama e sci-fi (crédito: divulgação / Netflix)

Publicidade

A Contents Panda, então, informou que a ação foi uma violação do contrato com o agente de vendas. “A Little Big Pictures unilateralmente nos notificou do fim do contrato”, informou a empresa por meio de nota. “Nenhum dos distribuidores internacionais concordou com um acordo de distribuição com a Netflix”.

A empresa diz, também, que já havia negociado o licenciamento do filme em 30 países, acordos que ficaram inválidos com a exclusividade mundial com a Netflix.

Ao Korea Times, a Little Big Pictures alegou que agiu dentro da legalidade. “Nós enviamos e-mails diretamente a todos os distribuidores internacionais sobre o acordo e sobre as perdas relacionadas aos contratos”, informou a companhia.

De acordo com a Forbes, a Corte Central de Seoul decidiu ontem (9) que o filme não deveria estrear na Netflix – ou em qualquer outra plataforma de streaming, cinemas ou TVs fora da Coreia do Sul. Por isso, o lançamento desta sexta, legalmente, não poderia acontecer.

Ainda de acordo com a Forbes, a Netflix informou que a estreia foi adiada. O Filmelier entrou em contato com a empresa no Brasil pedindo mais esclarecimentos, mas não teve um retorno até o fechamento desta matéria. Ela será atualizada com o posicionamento, caso a empresa se manifeste.

Atualizado em 14 de abril: a Netflix informou, por meio de nota, que “queremos avisá-los de que, devido a uma recente decisão judicial, fomos obrigados a adiar a estreia global de ‘Tempo de Caça’. Como todos vocês, lamentamos não poder assistir a esse filme incrível – e avisaremos assim que tivermos mais informações”.

Indiretamente, este é mais um dos efeitos da covid-19 no mundo do entretenimento.