deus-e-o-diabo

Cinemateca Brasileira vai exibir cópia restaurada de ‘Deus e o Diabo na Terra do Sol’ de graça

O filme faz parte da programação da Mostra Espetáculo Polêmica Cultura

1 de julho de 2022 11:19

A Cinemateca Brasileira está com uma mostra em homenagem ao Dante Ancona Lopez, exibidor pioneiro de filmes de arte em São Paulo. Intitulada Espetáculo Polêmica Cultura, o especial contará com sessões especiais, dentre elas, a primeira exibição pública no país da cópia restaurada de ‘Deus e o Diabo na Terra do Sol’. O evento gratuito começou ontem, 30 de junho, e vai até o dia 10.

A projeção da obra de Glauber Rocha será no dia 6 de julho, quarta-feira, às 21h, após debate com a equipe de restauro do filme. A programação conta com produções nacionais e internacionais, como ‘Um Cão Andaluz’ e o ‘Anjo Exterminador’, de Luis Buñuel, ‘Mickey One’, de Arthur Penn, ‘Cinzas e Diamantes’, de Andrzej Wajda, entre outros.

Cartaz da Mostra Espetáculo Polêmica Cultura (Crédito: Divulgação/SAC)

Dante Ancona Lopez foi o primeiro presidente da Sociedade Amigos da Cinemateca (SAC), que depois de muitos problemas enfrentados nos últimos anos voltou a gerir a instituição. A proposta de Dante era oferecer filmes de arte “que geram polêmica, que possuem um valor estético e apresentam um testemunho político-social”.

Publicidade

Foi desta citação que surgiu o nome da mostra, Espetáculo Polêmica Cultura, que reforçava o perfil da sala como um espaço de estímulo mais amplo à cultura cinematográfica. A partir da inauguração do Cine Coral, Dante criou o conceito de cinema de arte em São Paulo.

Para celebrar os 60 anos da fundação da SAC, a Cinemateca Brasileira organizou uma mostra dividida em três blocos, reproduzindo a prática de programação da época. Ao longo do evento, os familiares de Dante Ancona Lopez farão a doação do acervo do empresário à instituição.

Confira abaixo a programação da Mostra Espetáculo Polêmica Cultura:

Sexta-feira, 01 de julho

17:00 – A GRANDE CIDADE

Brasil, 1966, 80 min, p&b, 35mm, 16 anos

Direção: Cacá Diegues 

Elenco: Anecy Rocha, Leonardo Villar, Antonio Pitanga, Joel Barcellos, Sérgio Bernardes, Hugo Carvana, Jofre Soares, Gustavo Dahl, Maria Lúcia Dahl, Arnaldo Jabor, Zé Keti 

Sinopse: Luiza deixa o Nordeste para procurar seu noivo, Jasão, no Rio de Janeiro. Na grande cidade ela conhece Calunga, um desocupado, para quem a vida é uma fascinante aventura livre de remorso. Depois de usá-la, Calunga a deixa nas mãos de Inácio, um nordestino que quer voltar para o sertão. Eles flertam, mas o reencontro de Luiza com Jasão desperta novamente o amor apesar de seu noivo ter se transformado em um perigoso criminoso.  

19:00 – CINZAS E DIAMANTES (Popiól i diament )

Polônia, 1958, 103 min, p&b, digital, 16 anos

Direção: Andrzej Wajda 

Elenco: Zbigniew Cybulski, Ewa Krzyzewska, Waclaw Zastrzezynski, Adam Pawlikowski, Bogumil Kobiela, Jan Ciecierski 

Sinopse: No último dia da Segunda Guerra Mundial, o jovem polonês Maciek recebe a missão de assassinar Szczuka, o líder comunista ao lado de quem enfrentou as forças nazistas. Perturbado pela transformação repentina de aliados em inimigos, ele decide aproveitar a vida por uma noite, quando se apaixona pela garçoneteKrystyna e pensa em desistir da luta. 

21:00 – A ÓPERA DOS POBRES (Die Dreigroschenoper)

Alemanha, 1931, 112 min, p&b, digital, 14 anos

Elenco: Albert Préjean, Florelle, Gaston Modot, Margo Lion, Vladimir Sokoloff, Lucy de Matha

Direção: Georg Wilhelm Pabst 

Sinopse: Em Londres, na virada do século XIX para XX, o senhor do crime Mackie, “A Navalha”, se casa secretamente com Polly, a filha do chefe dos mendigos. Enfurecido por perder sua filha para o seu rival, o pai de Polly fará de tudo para destruir a nova relação. Enquanto isso, Polly toma posse de um banco com os capangas de Mackie. Um musical sobre a hipocrisia capitalista.  

Sábado, 02 de julho

16:00 – A HORA E VEZ DE AGUSTO MATRAGA

Brasil, 1965, 106 min, p&b, digital, 14 anos

Direção: Roberto Santos 

Elenco: Leonardo Villar, Joffre Soares, Maria Ribeiro, Maurício do Valle, Flávio Migliaccio 

Sinopse: Augusto Matraga é um fazendeiro violento que, traído pela esposa e emboscado por inimigos, é massacrado a pauladas e dado como morto. Salvo por um casal de negros humildes, enfrenta um longo período de total incapacidade física. Por influência do casal, volta-se para a religiosidade, convencendo-se de que está pagando pelos erros cometidos. Quando ele conhece Joãozinho Bem-Bem, o famoso chefe de jagunços, Matraga oscila entre seu desejo por vingança e a bondade que não consegue mais abandonar.  

18:00 – O MOMENTO DA VERDADE

Itália / Espanha, 1965, 103 min, colorido, digital, 16 anos

Direção:  Francesco Rosi 

Elenco: Miguel Mateo ‘Miguelín’, José Gómez Sevillano, Pedro Basauri ‘Pedrucho’, Linda Christian, Luque Gago, Salvador Mateo 

Sinopse: Miguel vai para Barcelona para evitar seguir os passos de seu pai, um pobre fazendeiro. Após fracassar em diversos trabalhos, ele entra no perigoso universo das touradas. Logo, conquista fama e fortuna, mas sua queda será tão dramática quando sua rápida ascensão.

20:00 – FARAÓ (Faraon)

Polônia, 1966, 180 min, colorido, digital, 16 anos

Direção: Jerzy Kawalerowicz 

Elenco: Jerzy Zelnik, Wieslawa Mazurkiewicz, Barbara Brylska, Krystyna Mikolajewska, Ewa Krzyzewska, Piotr Pawlowski 

Sinopse: Em um fictício Egito Antigo, o faraó Ramsés XIII assume o poder após a morte de seu pai e logo entra em conflito com o clero, que comanda o exército, guarda o tesouro imperial e realmente possui o poder. Intrigas internacionais, traições, amores proibidos, superstições e imagens suntuosas em uma obra prima do cinema.

Domingo, 03 de julho

16:00 – Mesa – A Construção da cinefilia em São Paulo

com o jornalista e membro da Academia Brasileira de Letras Ignácio de Loyola Brandão e com o professor da ECA/USP e diretor do Conselho Administrativo da Cinemateca Brasileira Carlos Augusto Calil

18:00 – TODO O OURO DO MUNDO (Tout l’Or du Monde )

França, 1961 88 min, p&b, 35 mm, livre

Direção: René Clair 

Elenco: Bourvil, Alfred Adam, Philippe Noiret, Claude Rich, Colette Castel, Annie Fratellini 

Sinopse: A vila de Cabosse é famosa pelo seu ar puro que contribui para a longa e saudável vida de seus habitantes. O empresário Victor Hardy vê nisso uma oportunidade para ganhar dinheiro fácil e decide comprar a vila inteira. Porém, o velho Mathieu Dumont se recusa a vender sua propriedade para preservar uma tradução familiar. Victor tenta usar o tímido filho de Mathieu para alcançar seu objetivo. Porém, seus problemas apenas começaram… 

20:00 – OS RUSSOS ESTÃO CHEGANDO! OS RUSSOS ESTÃO CHEGANDO!

(The Russians Are Coming, The Russians Are Coming)

EUA, 1966, 126 min, cor, digital, 16 anos

Direção: Norman Jewison 

Elenco: Carl Reiner, Eva Marie Saint, Alan Arkin, Brian Keith, Jonathan Winters, Paul Ford 

Sinopse: Desejando conhecer os Estados Unidos, um comandante soviético encalha seu submarino na costa de uma pequena cidade americana. Quando ele encarrega sua tropa de encontrar um barco para puxar o submarino de volta ao oceano, os marinheiros entram em várias confusões que levam os habitantes da cidade a acreditar que estão testemunhando uma invasão russa. Uma comédia sobre a guerra-fria nomeada a quatro Oscars. 

Quarta-feira, 06 de julho

19:00 – Mesa – O Restauro de Deus e o Diabo na Terra do Sol

21:00 – área externa – DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL

Brasil, 1964, 118 min, p&b, 4k, 14 anos

Direção: Glauber Rocha 

Elenco: Geraldo Del Rey, Yoná Magalhães, Maurício do Valle, Othon Bastos 

Sinopse: Cópia recém-restaurada da obra-prima de Glauber Rocha. O vaqueiro Manuel mata seu chefe, o coronel Moraes, em uma disputa por partilha de gado. Enquanto fogem dos jagunços que os perseguem, ele e sua esposa, Rosa, encontram o beato Sebastião, que prega um catolicismo místico, Corisco, o diabo loiro, e Antônio das Mortes, um matador de aluguel a serviço da Igreja Católica e dos latifundiários da região. 

Quinta-feira, 07 de julho

17:00 – A HORA E VEZ DE AGUSTO MATRAGA

Brasil, 1965, 106 min, p&b, digital, 14 anos

Direção: Roberto Santos 

Elenco: Leonardo Villar, Joffre Soares, Maria Ribeiro, Maurício do Valle, Flávio Migliaccio 

Sinopse: Augusto Matraga é um fazendeiro violento que, traído pela esposa e emboscado por inimigos, é massacrado a pauladas e dado como morto. Salvo por um casal de negros humildes, enfrenta um longo período de total incapacidade física. Por influência do casal, volta-se para a religiosidade, convencendo-se de que está pagando pelos erros cometidos. Quando ele conhece Joãozinho Bem-Bem, o famoso chefe de jagunços, Matraga oscila entre seu desejo por vingança e a bondade que não consegue mais abandonar.  

19:00 – O ANJO EXTERMINADOR (El Ángel Exterminador)

México, 1962, 95 min, p&b, digital, 12 anos

Direção: Luis Buñuel 

Elenco: Silvia Pinal, Jacqueline Andere, Enrique Rambal, José Baviera, Augusto Benedico, Luis Beristáin, Antonio Bravo, Claudio Brook, César del Campo, Rosa Elena Durgel 

Sinopse: Um casal da convida um grupo de amigos para um jantar em sua mansão. Depois do evento, eles começam a se despedir, mas não conseguem sair da sala em que se encontram. Apesar de não haver nada concreto impedindo-os de ir embora, ninguém se atreve a dar um passo além da porta, estão presos. Os dias passam e os anfitriões e convidados abandonam as regras sociais, revelando os lados mais primitivos de cada um. 

21:00 – ESSES MARIDOS(Mariti in Città)

Itália, 1957, 95 min, p&b, digital, 12 anos

Direção: Luigi Comencini  

Elenco: NinoTaranto, Renato Salvatori, Memmo Carotenuto, Richard McNamara, Giorgia Moll, Irene Cefaro

Sinopse: Enquanto suas esposas e crianças passam as férias de verão na praia, os maridos ficam em casa trabalhando e buscando aventuras amorosas que nem sempre dão certo.

Sexta-feira, 08 de julho

17:00 – Palestra – História do conceito “Cinema de Arte” com o pesquisador, crítico e professor de cinema Ismail Xavier

19:00 – OS SUBVERSIVOS (I Sovversivi )

Itália, 1967, 93 min, p&b, 35mm, livre

Direção: Paolo Taviani, Vittorio Taviani 

Elenco: Giorgio Arlorio, Giulio Brogi, Pier Paolo Capponi, Maria Cumani Quasimodo, Lucio Dalla, Ferruccio De Ceresa 

Sinopse: As histórias de quatro personagens impactadas pela morte do líder comunista Palmiro Togliatti. Um venezuelano que abandona a rica mulher italiana que ele ama para lutar em seu país. Um cineasta que entende que a arte não é o bastante. Uma mulher que começa um relacionamento com a antiga amante de seu marido. E um filósofo que quer se desvincular de seu passado.  

21:00 – OS AMANTES DE FLORENÇA (Cronache di Poveri Amanti)

Itália, 1954, 107 min, 35mm, p&b

Direção: Carlo Lizzani

Elenco: Anna Maria Ferrero, Cosetta Greco, Antonella Lualdi, Marcello Mastroianni, Bruno Berellini, Irene Cefaro

Sinopse: 1925. Um jovem tipógrafo de Florença muda de cidade paraficar próximo de sua namorada. Lá, ele se aproxima de um grupo antifascista e se apaixona por uma mulher casada. O conflito com os fascistas e seu amorproibido transformarão sua vida para sempre.

Sábado, 09 de julho

16:00 – OS CAFAJESTES

Brasil, 1962, 93 min, p&b, 35 mm, 14 anos

Direção: Ruy Guerra 

Elenco: Jece Valadão, Norma Bengell, Daniel Filho, Hugo Carvana, Lucy de Carvalho, Glauce Rocha 

Sinopse: Jandir, um rapaz de origem pobre, e seu amigo Vavá, um playboy, vivem no submundo de drogas e sexo de Copacabana. Quando o pai de Vavá vai a falência, eles arquitetam um plano para conseguir dinheiro: extorquir o tio rico de Vavá com fotos comprometedoras de sua amante, Leda. O plano não dá certo e os amigos escolhem sua próxima vítima, Vilma, filha do tio de Vavá por quem ele está secretamente apaixonado. 


18:00 – A PASSAGEIRA (Pasazerka)

Polônia, 1963, 62 min, colorido, digital

Direção: Andrzej Munk e Witold Lesiewicz 

Elenco: Aleksandra Slaska, Anna Ciepielewska, Jan Kreczmar, Marek Walczewski, Irena Malkiewicz, Barbara Horawianka, Anna Jaraczówna, Leon Pietraszkiewicz 

Sinopse: Voltando de navio com seu marido para a Europa, a alemã Liza relembra seu passado como guarda de um campo de concentração quando reconhece Marta, que fora prisioneira em Auschwitz. Enquanto Liza conta sua versão da história ao seu marido, assistimos às cenas brutais do que realmente aconteceu, revelando a crueldade de Liza e a coragem de Marta. Filme inacabado de Andrzej Munk. 

20:00 – HARAKIRI (Seppuku)

Japão, 1962, 133 min, p&b, digital, 14 anos 

Direção: Masaki Kobayashi 

Elenco: Tatsuya Nakadai, Akira Ishihama, Shima Iwashita, Tetsurô Tanba,Masao Mishima, Ichirô Nakatani

Sinopse: No pacificado Japão do século XVII, samurais já não possuem o mesmo prestígio e utilidade como na época da guerra. Um ronin (samurai sem mestre) solicita permissão para realizar um ritual de suicídio na propriedade de um senhor feudal já que sua vida não tem mais propósito. Desconfiado de que o pedido do ronin é um golpe para conseguir dinheiro, o senhor feudal conta a trágica história de outro samurai que tentou o mesmo estratagema. Honra e sobrevivência se tornam pólos de um dilema que culmina em uma das melhores cenas de luta da história do cinema.  

Domingo, 10 de julho

16:00 – GARRINCHA, ALEGRIA DO POVO
Brasil, 1962, 61 min, p&b, digital, livre

Direção: Joaquim Pedro de Andrade 

Elenco: Manoel Francisco dos Santos (Garrincha), Nair dos Santos, João Paulo Câmara, Juscelino Kubitschek 

Sinopse: A trajetória do grande astro do futebol brasileiro, Mané Garrincha. A paixão ardorosa do povo pelo futebol. O lado catártico do esporte em que o torcedor esvai aos berros seus anseios e frustrações acumulados durante a semana. A lenda do ídolo querido e amado é posta em xeque. E as mazelas dos contratos profissionais que subjugam o ser humano ao clube, preso à concentração, são expostas. 

18:00 – O CRIME DA ALDEIA VELHA

Portugal, 1964, 105 min, p&b, 35 mm, 16 anos

Direção: Manuel Guimarães 

Elenco: Barbara Laage, Rogério Paulo, Mário Pereira, Rui Gomes, Alma Flora, Maria Olguim 

Sinopse: Baseado em fatos reais, o filme conta a história de um crime ocorrido nos anos 1930 em uma aldeia serrana. Os seus habitantes perseguem uma jovem que acreditam estar possuída pelo demônio. Quando finalmente percebem que cometeram um grave erro, é tarde demais. 

20:00 – A PAIXÃO DE JOANA D’ ARC (La passion de Jeanne d’Arc)

França, 1928, 114 min, p&b, digital, 14 anos

Direção: Carl Theodor Dreyer 

Elenco: Maria Falconetti, Eugene Silvain, André Berley, Maurice Schutz, AntoninArtaud, Michel Simon 

Sinopse: A prisão, tortura, julgamento e execução de Joana D’Arc, condenada por heresia pela igreja católica. Apesar das táticas inumanas das autoridades eclesiásticas para fazê-la mudar a sua história, Joana D’Arc se mantém fiel às suas crenças. Seu castigo brutal lhe aufere martírio perpétuo. 

Serviço:

Cinemateca Brasileira | Sala Grande Otelo (210 lugares + 04 assentos para cadeirantes)

Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Mariana

Ingressos gratuitos e distribuídos uma hora antes de cada sessão

Siga o Filmelier no FacebookTwitter e Instagram.