mogli

‘Mogli’ e ‘Bonequinha de Luxo’ ganham aviso de “conteúdo datado” em TV paga

No Reino Unido, Sky está começando a inserir avisos antes de filmes como ‘Dumbo’, ‘Lawrence da Arábia’ e ‘Os Goonies’ no VOD

Matheus Mans   |  
22 de junho de 2020 12:38
- Atualizado em 23 de junho de 2020 10:23

Após as polêmicas e discussões envolvendo o clássico ‘…E o Vento Levou’, outros filmes estão passando por uma reavaliação histórica. Afinal, com a intensificação de movimentos antirracistas e antifascistas, tornou-se necessária uma observação com novos parâmetros de filmes de outrora.

Agora, quem protagoniza um momento de reavaliação é o serviço de assinatura Sky, no Reino Unido. A empresa começou a acrescentar avisos de “conteúdo datado” antes da exibição. É o caso de longas como ‘Mogli: O Menino Lobo’, ‘Aladdin’, ‘Bonequinha de Luxo‘ e ‘O Último Samurai’.

No total, são cerca de 20 filmes que agora chegam ao público com o anúncio. Além dos citados, há também avisos em ‘Dumbo’, de 1941; ‘Os Goonies‘, clássico infantil dos anos 1980; ‘Lawrence da Arábia’, épico de Peter O’Toole; e a comédia besteirol ‘Trovão Tropical’, de Ben Stiller.

‘Bonequinha de Luxo’ contém aviso por conta do sr. Yunioshi, personagem que estereotipa asiáticos (Crédito: Divulgação/Paramount)

Publicidade

Assim, usuários americanos que acessarem alguma dessas produções no serviço de video on demand da empresa, chamado de Sky Cinema, irão se deparar com o aviso imediato na tela de que “este filme conta com atitudes, linguagem e representação cultural que podem causar ofensa hoje”.

“A Sky está comprometida a melhorar a diversidade e inclusão dentro e fora da tela”, disse um representante da companhia ao site The Hollywood Reporter. “Tomamos as medidas necessárias a fim de que nossos clientes tomem uma decisão informada ao decidir quais filmes e programas de TV assistir”.

Conteúdo datado

Primeiramente, a discussão sobre conteúdo sensível, racista e datado ganhou corpo com ações do serviço de streaming Disney+. Afinal, a plataforma do Mickey censurou algumas cenas consideradas sensíveis e adicionou avisos antes da animação ‘Dumbo’, por conta da cena dos corvos.

Depois, o streaming HBO Max, sob responsabilidade da Warner Media, entrou no debate público por retirar ‘…E O Vento Levou’ da plataforma. Na época, a empresa confirmou que iria colocar o filme de volta com um aviso antes da exibição e um conteúdo complementar que explicasse os motivos.