cannes

Festival de Cannes cancela de vez a edição 2020 do evento

Ainda assim, teremos filmes selecionados que poderão usar o selo “Cannes 2020”

10 de maio de 2020 11:54
- Atualizado em 17 de junho de 2020 12:20

Bem que tentaram, mas não deu: não teremos Festival de Cannes em 2020. Depois de adiar o evento duas vezes – a primeira de maio para junho ou julho, depois sem uma previsão de data – os organizadores preferiram deixar de lado a realização do festival neste ano. A confirmação é da Variety.

“Hoje, um evento físico parece complicado de organizar, por isso estamos avançando com o anúncio dos filmes da Seleção Oficial no começo de junho”, disse um porta-voz do evento.

Ou seja, por mais que não exista propriamente um evento nos moldes tradicionais, ainda teremos longas-metragens que poderão divulgar que fazem parte da seleção oficial do festival. Isso abre portas na venda das produções para distribuidores, canais e plataformas, além de levar mais gente para os cinemas (quando eles reabrirem).

Registro de Cannes em 2019: não será possível viver em uma bolha em 2020 (crédito: divulgação / Festival de Cannes)

Quando o chamado “novo normal” se restabelecer, esses títulos serão exibidos em festivais como os de Toronto, Deauville, Angoulême, San Sebastian, Nova York, Busan e Lumière. Aliás, esse último é organizado por Thierry Freumax, presidente de Cannes.

Publicidade

Em 2019, o longa vencedor da Palma de Ouro, o maior prêmio de Cannes, também foi o vencedor do Oscar de Melhor filme em 2020. Sim, foi ‘Parasita‘.

Crise global

Os problemas da realização do Festival de Cannes vêm na esteira da crise mundial da pandemia da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A França foi um dos países mais duramente afetados, fazendo com que eventos e cinemas fossem fechados para evitar aglomerações.

Enquanto isso, nos próximos meses os organizadores vão começar a planejar a edição 2021 de Cannes. Inclusive, muitos filmes que deveriam ser selecionados neste ano acabaram adiados, podendo pintar na próxima edição do festival.

Bong Joon Ho comemora os aplausos à ‘Parasita’ em Cannes-2019 – o filme recebeu a Palma de Ouro naquela edição (crédito: divulgação / Festival de Cannes)

Resta saber, agora, como ficará o resto da indústria com este grande baque. Cannes é importantíssimo para a sétima arte, não só pelo pelas projeções feitas na Riviera Francesa, mas também pelos negócios que são fechados por lá – tanto no Mercado de Filmes quanto nos bares e restaurantes da cidade.

Festival virtual

Enquanto isso, Cannes já fechou uma parceria com outros festivais, como Veneza, Toronto, Berlim e Sundance, para um evento 100% online e gratuito no YouTube. O nome será “We Are One”, “Nós Somos Um” na tradução.

Uma iniciativa curiosa, que mostra como o mundo dá voltas: recentemente, Cannes aplicou regras que afastaram os filmes da Netflix do evento. O motivo: serem produções destinadas ao streaming.