Googleplex_HQ_(cropped)

Google lançará canais de TV grátis via streaming, afirma site

Com funcionamento parecido com a da Pluto TV, canais estarão disponíveis dos dispositivos que rodam o Google TV, como o novo Chromecast

22 de setembro de 2021 15:47

A briga pela sua atenção está esquentando cada vez mais. De acordo com o site Protocol, o Google estaria preparando para o começo de 2022 o anúncio do lançamento de uma série de canais de TV grátis e lineares com transmissão pela internet, via streaming.

O modelo é o que o mercado chama de FAST, sigla em inglês para “televisão via streaming de graça com publicidade”, em tradução livre. Ele funciona quase que exatamente como qualquer canal aberto tradicional: há uma grade de programação, intervalos comerciais, vinhetas e chamadas. A diferença mesmo é que o sinal vem pela web, sem a necessidade de uma antena tradicional.

O conteúdo é segmentado em diversos canais, seja por tema, público-alvo ou tipos de conteúdo. Filmes e séries exibidos não são estreias recentes – normalmente, foram lançados há mais de dois, três anos ou são considerados clássicos do passado.

Publicidade

O modelo é o mesmo da Pluto TV, já disponível no Brasil.

O novo Chromecast, que roda a Google TV (crédito: divulgação / Google)
O novo Chromecast, que roda a Google TV (crédito: divulgação / Google)

A intenção é distribuir esses canais em dispositivos que rodam o Google TV, plataforma da empresa baseada em Android e que está na versão mais recente do Chromecast e em algumas televisões de outros fabricantes, como Sony e TCL.

Ainda de acordo com o relato, a intenção do Google é anunciar a novidade em conjunto com os fabricantes de televisão no começo de 2022. A empresa não respondeu o pedido de informações do Protocol.

A explosão da TV grátis no streaming

Hoje, fabricantes como LG, Samsung e Roku já fornecem conteúdo de streaming grátis para quem tem dispositivos da marca, além do já citado Pluto TV, que pertence à ViacomCBS. Aos poucos, essas iniciativas estão se tornando uma forte alternativa aos pacotes básicos da TV paga – que trazem produções exclusivas, mas também os mesmos conteúdos mais antigos.

A estratégia tem se mostrado bem-sucedida: de acordo com o último balanço da ViacomCBS, a Pluto TV ultrapassou a marca de 52 milhões de usuários ativos mensais. Já a Samsung fala em “bilhões de minutos” de canais grátis consumidos em seus aparelhos.

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.