Doutor Octopus Homem-Aranha

‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa’ não vai para o Disney+; saiba onde assistir

Direitos de distribuição de todos os filmes do personagem estão com a Sony – e o Filmelier explica essa história em todos os detalhes

24 de agosto de 2021 19:31
- Atualizado em 23 de fevereiro de 2022 13:41

Ontem, 23, os fãs de filmes blockbusters ficaram empolgados com o primeiro teaser-trailer de ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa’, próximo filme do famoso herói. Porém, alguns já estão na dúvida: será possível assistir ao filme no Disney+? Haverá lançamento simultâneo no cinemas e no streaming?

Essa é uma resposta um pouco longa, já que tem diversas nuances.

Antes, alguns detalhes para quem está perdido em relação ao longa. Terceira parte da saga do Escalador de Paredes com controle criativo da Marvel Studios, o filme terá os já confirmados retornos do Duende Verde de Willem Dafoe e do Doutor Octopus de Alfred Molina, da trilogia original do herói. Ambos, de alguma forma, estão presentes no teaser.

Há, ainda, a aguardada aparição do Electro de Jamie Foxx, vilão de ‘O Espetacular Homem-Aranha 2’, e também rumores sobre os retornos dos atores Tobey Maguire e Andrew Garfield ao manto azul e vermelho do personagem aracnídeo. Tudo isso possível graças ao conceito de Multiverso dentro das produções da Marvel Studios.

Confuso e sem saber onde assistir a Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa? A gente te ajuda! (Crédito: divulgação / Sony Pictures)
Confuso e sem saber onde assistir a ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa’? A gente te ajuda! (Crédito: divulgação / Sony Pictures)

A estreia do filme nos cinemas brasileiros está agendada para 16 de dezembro.

‘Homem-Aranha 3’ vai também para o Disney+?

Publicidade

Não. ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa‘, apesar de ser uma produção com controle criativo da Marvel Studios, é distribuído pela Sony Pictures e a sua subsidiária, a Columbia Pictures.

Ou seja, por mais que seja uma produção dentro do Universo Cinematográfico Marvel, ela pertence a um outro estúdio.

Por isso, a Sony possui não só interesses diferentes dos da Disney (a dona da Marvel), mas acordos diferentes. Os longas do estúdio não vão para o Disney+.

Vai ter Premier Access de ‘Homem-Aranha 3’?

Também não. Por não se tratar de um filme que terá lançamento no Disney+, nem ao Premier Access (que traz filmes no mesmo dia dos cinemas, mas por uma cobrança adicional) o longa se qualifica.

Aliás, a Sony não tem histórico de lançamentos simultâneos nos cinemas e no streaming. Por isso, ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa’ deve cumprir a sua janela de exclusividade na tela grande – que pode variar entre 45 a 90 dias, dependendo da estratégia da distribuidora.

Por onde poderei ver o filme no streaming? E quando será?

Depois de cumprir esse período de exclusividade nos cinemas, ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa’ chegará nas plataformas de streaming transacionais – como Apple TV/iTunes, NOW, Google Play e afins. Nelas, você paga para alugar ou comprar cada filme individualmente.

Isso acontecerá em 22 de março.

E depois, ‘Homem-Aranha 3’ vai para a Netflix?

Paciência, pequeno gafanhoto. Após cerca de seis meses do lançamento na tela grande, ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa’ vai para o HBO Max – o streaming já confirmou essa informação.

É que existe um acordo entre o estúdio e HBO para o que o mercado chama de janela de “pay 1”. Ou seja, a HBO tem a primeira janela de exploração das produções da Sony na TV paga e no streaming, disponibilizando esses filmes no HBO Max. Esse período é de seis meses, ou seja, o novo filme do Aranha vai estrear na plataforma por volta de junho.

Eventualmente, ‘Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa’ pode aparecer, sim, na Netflix e em outros serviços de streaming que possuem outros acordos com a Sony – mas são janelas bem mais para frente.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar‘, primeiro filme da Marvel Studios em parceria com a Sony, hoje está na Netflix, Telecine, Globoplay e até no Paramount+. Porém, é necessário esperar um bom tempo para isso acontecer.

Por que os filmes do Homem-Aranha são da Sony?

A história é longa, mas vamos tentar resumir. Nos anos 1990, a Marvel Entetrtainment Group passou por uma grave crise financeira e teve que pedir concordata (mais exatamente, recorreu ao Capítulo 11, Título 11, da Lei de Falências dos EUA).

A saída foi, em 1998, a fusão do grupo com a ToyBiz, do mercado de brinquedos, criando a Marvel Enterprises. Uma das primeiras ações da nova empresa, para fazer caixa, foi vender os direitos de adaptação do Homem-Aranha e personagens correlatos (cerca de 900) para a Columbia Pictures, da Sony.

Na mesma época, a Casa das Ideias fez acordos parecidos com personagens como os X-Men, Demolidor (ambos para a Fox) e Blade (para a New Line), por exemplo. A subsidiária Marvel Studios ficou encarregada de gerir esses licenciamentos – mas com o objetivo, lá no final do túnel, de fazer seus próprios filmes. Isso aconteceria em 2008, com ‘Homem de Ferro‘.

Em 2009, The Walt Disney Company comprou a Marvel Entertainment, sucessora da Marvel Enterprises, por US$ 4 bilhões.

A Sony produziu sozinha cinco filmes estrelados pelo Homem-Aranha (Crédito: divulgação / Sony Pictures)
A Sony produziu sozinha cinco filmes estrelados pelo Homem-Aranha (Crédito: divulgação / Sony Pictures)

Voltando para o começo dos anos 2000: com a compra, a Sony passou a ter os direitos de exploração nos cinemas do herói criado por Stan Lee e Steve Ditko, desde que se comprometesse em lançar uma nova produção a cada cinco anos e nove meses. Por esse acordo, foram produzidos cinco filmes (os três dirigidos por Sam Raimi e os dois de Marc Webb).

Em meados dos anos 2010 foi a vez da Sony Pictures enfrentar uma época de incertezas, agravada pelo #SonyHack – pelo qual vazaram diversas informações confidenciais do estúdio. Ao mesmo tempo, os irmãos-diretores Anthony e Joe Russo demonstraram interesse em colocar o Homem-Aranha em seu segundo filme na Mavel, ‘Capitão América: Guerra Civil‘.

Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, abraçou a ideia e aproveitou o momento de fragilidade para selar um novo acordo com a Sony. Por ele, a Casa das Ideias pode adicionar uma nova versão do personagem ao seu já estabelecido MCU, além de coproduzir e ter controle criativo longas seguintes do herói. Porém, o conglomerado nipônico manteve a palavra final no lado criativo, além de continuar possuindo, financiando e distribuindo esses filmes.

Resumindo: os longas-metragens do Homem-Aranha do Tom Holland são criativamente criados pela Marvel Studios, mas de propriedade da Sony, que faz com o eles o que bem entender.

Os filmes mais recentes do Aranha possuem o controle criativo da Marvel Studios (Crédito: divulgação / Sony Pictures)
Os filmes mais recentes do Aranha possuem o controle criativo da Marvel Studios (Crédito: divulgação / Sony Pictures)

Esse novo acordo, porém, permite que a Sony produza filmes próprios com os outros personagens do universo do herói. É por isso que vamos ter o segundo longa do anti-herói/vilão Venom, além de futuras produções com os vilões Morbius e Kraven, O Caçador. Essas histórias não são, oficialmente, dentro do MCU.

Claro que tudo pode mudar. O atual acordo entre Sony e Disney compreende ‘Homem-Aranha 3’ e um próximo longa, dentro do Universo Cinematográfico Marvel. Depois disso, tudo pode acontecer…

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.