officer-daniel-hodges-capitolio

Invasão do Capitólio será tema de novo filme produzido por diretor de ‘Não Olhe para Cima’

Além da produção de Adam McKay, ‘J6’ contará com roteiro e direção de Billy Ray, de ‘O Caso Richard Jewell’ e ‘O Preço de Uma Verdade’

20 de janeiro de 2022 17:38
- Atualizado em 21 de janeiro de 2022 16:47

Se o mais recente filme dirigido por Adam McKay, ‘Não Olhe para Cima‘, causou muita polêmica e discussões na internet, o próximo projeto com o envolvimento do cineasta tem tudo para fazer o mesmo. De acordo com o Deadline, ele irá produzir um longa-metragem sobre a invasão do Capitólio, a sede do poder legislativo dos EUA, em 6 de janeiro de 2021. Chamado ‘J6’, o filme contará com roteiro e direção de Billy Ray.

Considerado pela imprensa americana como o maior ataque à democracia do país desde a Guerra Civil, os atos de 6 de janeiro do ano passado ocorreram durante a formalização da vitória do democrata Joe Biden nas eleições para presidente realizadas em 2020. Apoiadores do candidato derrotado, o então presidente Donald Trump, invadiram o Capitólio em uma tentativa de reverter esse resultado.

Publicidade

‘J6’ será oferecido a estúdios e plataformas de streaming. Não há, ainda, data de estreia, previsão para inícios das gravações ou elenco confirmado.

J6: O cerco ao Capitólio em 6 de janeiro de 2021 (crédito: Tyler Merbler / Licença Creative Commons)
O cerco ao Capitólio em 6 de janeiro de 2021 (crédito: Tyler Merbler / Licença Creative Commons)

🎞  Quer saber as estreias do streaming e dos cinemas? Clique aqui e confira os novos filmes para assistir!

Billy Ray possui experiência em filmes baseados em fatos. Ele, por exemplo, é o responsável pelo roteiro de ‘O Caso Richard Jewell‘, sobre o atentado terrorista ocorrido durante os Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, e de ‘Capitão Phillips‘, pelo qual foi indicado ao Oscar. Como diretor, o cineasta tem no currículo ‘O Preço de Uma Verdade’, baseado na história real de um jornalista que publicou centenas de matérias fabricadas e falsas na revista sobre política ‘The New Republic’.

Para elaborar ‘J6’, Ray foi até a cidade de Washington poucos dias depois da invasão, entrevistando envolvidos no cerco enquanto as memórias ainda era “cruas e frescas”, relata o Deadline. Um dos policiais que esteve presente durante o tumulto no Capitólio ajudou como consultor para o roteiro, inclusive.

“É sobre manifestantes que viram baderneiros e policiais que viram defensores da democracia”, explicou Ray ao veículo norte-americano. “Outra pessoa poderia contar o história do caos na Casa Branca naquele dia. Eu quis ficar nas trincheiras.”

 'O Caso Richard Jewell' é um dos filmes com assinatura de Billy Ray que são baseados em fatos (crédito: divulgação / Warner Bros.)
‘O Caso Richard Jewell’ é um dos filmes com assinatura de Billy Ray que são baseados em fatos (crédito: divulgação / Warner Bros.)

Como podemos ver, aparentemente o cineasta não entrará exatamente nos envolvimentos de Trump ou de instâncias do poder naqueles acontecimentos, mas como a situação se desenrolou durante a invasão em si.

Originalmente, a intenção de Ray era produzir ‘J6’ como uma minissérie. Foi a entrada de Adam McKay no projeto que o transformou em um longa-metragem, com o roteirista diminuindo as cerca de 300 páginas para apenas 120. Normalmente, cada página de roteiro compreende em média um minuto de tela.

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.