outro

‘No Outro Encontro Você’ mergulha nas vidas e conversas de uma geração

Diretor André Bushatsky fala de experiência como documentarista e minimalismo no comando de ‘No Outro Encontro Você’

Matheus Mans   |  
30 de setembro de 2022 16:01

Pode-se dizer que ‘No Outro Encontro Você’, estreia nacional nos cinemas nesta semana, bebe da fonte de filmes como ‘Deus da Carnificina’ e ‘Festim Diabólico’. Afinal, assim como essas outras produções, todas com inspiração teatral, o longa-metragem não exagera no número de locações e de personagens. Busca, na verdade, o minimalismo, mostrando a rotina e as conversas conturbadas de quatro pessoas passando um tempo no interior.

É a partir desse minimalismo que o diretor André Bushatsky (‘Brasileiríssima’) acha meios de falar sobre tudo que há no meio entre o nascimento e a morte. Esse quarteto de personagens, afinal, passa por um momento de tensão: Bia (Carol Tilkian) e o irmão Marcelo (Bruno Autran, de ‘O Negócio’) acabaram de perder a mãe enquanto o pai já quer vender a casa de campo. Ela está insegura com o trabalho. Já ele não acerta nos negócios. 

Os dois, na despedida da casa de campo, chamam um casal de amigos, Michele (Julia Ianina, de ‘Carandiru’) e Rodrigo (Geraldo Rodrigues, de ‘Linha de Passe’) para passar um tempo lá. No entanto, os dois também contam com problemas que vão ficando evidenciados. Eles, por exemplo, tentam engravidar, mas Rodrigo está com uma dívida enorme, pois gasta dinheiro fazendo todos os gostos de sua mulher. Parece não ter saída para nenhum deles.

Filme fala sobre amigos passando um tempo juntos e enfrentando fantasmas de suas vidas (Crédito: Divulgação/Bretz Filmes)

🎞  Quer saber as estreias do streaming e dos cinemas? Clique aqui e confira os novos filmes para assistir!

Publicidade

“Conversando e ouvindo a minha geração, assim como entender os dilemas, veio a ideia de fazer um filme desses quatro personagens que estão aí na tela’, diz o cineasta, em entrevista para o Filmelier. “Tinha também o desejo de fazer um filme mais poético, pequeno, no sentido de ter uma só locação. Contamos a história por meio da locação, do enquadramento, dos atores. Tudo isso entrou no caldeirão e virou ‘No Outro Encontro Você’”.

E será que uma produção minimalista não é, por vezes, mais desafiadora do que aquela cheia de coisas? “Acho que é”, diz André. “Quando temos muitos personagens e locações, está tudo te ajudando. Tem um mar, uma cidade. Mas quando não tem, você precisa ir para aquele ofício do enquadramento, de construir o minimalismo com os atores, ajudando a história. Não ter muitos elementos, ser cru, é bom. A pessoa presta atenção na história”.

‘No Outro Encontro Você’, uma leitura documental

Este é o primeiro longa-metragem de ficção de Bushatsky, que tem uma longa carreira como documentarista – dirigiu, dentre outras coisas, o documentário sobre novelas ‘Brasileiríssima’ e a biografia de Henry Sobel. Segundo o cineasta, essa sua experiência prévia em falar sobre histórias e personagens reais, a partir de seu olhar aguçado para o que está acontecendo de verdade ao seu redor, ajudou a construir ‘No Outro Encontro Você’.

“Tem uma coisa de olhar as pessoas, de observação, de querer entender”, explica. “Quando eu estava no set na ficção, quase virou uma chavinha automática. Era ficção. Mas tudo que a gente faz está aqui, entra na gente. Ter feito documentários ajuda. Quando você faz na casa de uma pessoa, tem que sacar o enquadramento logo. O mesmo vale para os personagens. Vejo eles, penso nisso e reflito sobre como eu documentaria cada um deles”.

Agora, Bushatsky parece que tomou gosto pela ficção. No Festival do Rio, vai lançar mais um filme: ‘Domingo à Noite’, com Marieta Severo e Zécarlos Machado. “É um drama sobre Mal de Alzheimer”, diz. “Estou neste momento”.

Ficou curioso em assistir ao filme? Clique aqui para mais informações, como link para a compra de ingressos. ‘No Outro Encontro Você’ está em cartaz nos cinemas.

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.