Dracula

Universal prepara um novo filme do Conde Drácula

O sucesso de ‘O Homem Invisível’ faz com que a Blumhouse se envolva com um outro personagem icônico do estúdio

11 de março de 2020 11:51
- Atualizado em 16 de março de 2020 09:47

O Conde Drácula voltará a bater suas asas de morcego por aí – ou, ao menos, esse é objetivo da Universal Pictures. Depois do sucesso de ‘O Homem Invisível‘, o estúdio escalou mais uma vez a Blumhouse Productions (responsável por produzir o longa-metragem estrelado por Elisabeth Moss) para preparar uma nova versão para os cinemas com o mais famoso vampiro da ficção.

O último filme da Universal com o personagem vampiresco foi ‘Drácula: A História Nunca Contada’, com Luke Evans e lançado nos cinemas em 2014.

De acordo com The Hollywood Reporter, a diretora Karyn Kusama foi escalada para dirigir o projeto, que será produzido por Jason Blum. A ideia não é fazer um remake do livro de Bram Stoker, mas trazer Drácula para tempos modernos, com um contexto atual – da mesma forma que foi feito com ‘O Homem Invisível’, que toca em temas como abuso, relações tóxicas e machismo.

O filme já tem roteiristas: Matt Manfredi e Phil Hay, que colaboraram com Karyn em ‘O Peso do Passado‘ e ‘O Convite’.

Publicidade

Esta não é a primeira vez em tempos recentes que a Universal tenta brincar com seus monstros guardados no sótão. Famosa pelos filmes de monstros na Era de Ouro de Hollywood, o estúdio pretendia lançar um novo “Monsterverse”, com os personagens convivendo em um universo interligado ao estilo da Marvel Studios. O primeiro lançamento do projeto, ‘A Múmia’ (de 2017, com Tom Cruise) foi um fiasco e a Universal engavetou a ideia, que pretendia envolver estrelas do calibre de Johnny Depp, Angelina Joolie e Javier Bardem.

Elisabeth Moss em ‘O Homem Invisível’: baixo orçamento e grande bilheteria (crédito: divulgação / Universal Pictures)

‘O Homem Invisível’ chegou como uma iniciativa totalmente nova. A Blumhouse ficou famosa por produzir filmes de terror de orçamento enxuto e muito sucesso de público e/ou crítica, como ‘Atividade Paranormal’, ‘Corra!‘ e ‘Viral’, além de longas de outros gêneros como ‘Infiltrado na Klan‘. Com a reinterpretação da famosa história de H.G. Wells não foi diferente: partindo de um orçamento de apenas US$ 7 milhões, o filme já alcançou uma bilheteria global de US$ 102,2 milhões.

Além disso, a Universal está tocando nos bastidores outros projetos relacionados aos monstros do estúdio. O THR reporta que James Wan (de ‘Aquaman‘ e da franquia ‘Velozes & Furiosos’) lidera a produção de um longa que tem relação com esse legado monstruoso. Outros cineastas, como Paul Feig (‘Um Pequeno Favor’), Elizabeth Banks (o novo ‘As Panteras‘) e John Krasinki (‘Um Lugar Silencioso‘), também estão por Universal City com propostas na mesma linha.