hbo-max

Enquanto Netflix cai, HBO e HBO Max crescem e chegam a quase 77 milhões de assinantes

Os canais HBO e a plataforma de streaming HBO Max ganharam 3 milhões de novos assinantes no 1º trimestre de 2022

21 de abril de 2022 14:54
- Atualizado em 22 de abril de 2022 10:44

Se a coisa está feia para a Netflix, que perdeu 200 mil assinantes e teve o pior resultado em uma década, os Irmãos Warner seguem com motivos para sorrir. A AT&T, dona da WarnerMedia até o começo deste mês, divulgou os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2022 e revelou números animadores para os canais HBO e HBO Max: um crescimento de 3 milhões de assinantes no período.

Agora as duas marcas, que são tratadas em conjunto pelo grupo, possuem 76,8 milhões de assinantes em todo o mundo. O dado é 12,8 milhões maior que o número de um ano atrás. A empresa também aumentou ligeiramente a receita por usuário no mercado americano.

Publicidade

A boa notícia para os Warners é que o fim do lançamento simultâneo na HBO Max dos filmes de cinema da Warner Bros., nos EUA, pouco afetou a trajetória de crescimento do streaming.

HBO Max: A estátua do Pernalonga que recepciona os visitantes nos estúdios da Warner Bros., em Burbank, Califórnia (Foto: Renan Martins Frade)
A estátua do Pernalonga que recepciona os visitantes nos estúdios da Warner Bros., em Burbank, Califórnia (Foto: Renan Martins Frade)

🎞 Quer sugestões de filmes para assistir na HBO Max? Confira aqui!

Os números chegam em um momento de dúvida em Wall Street, já que a queda da Netflix levanta questões sobre a saúde do mercado de streaming de vídeo, a necessidade de grandes investimentos e sobre o seu potencial de crescimento.

A Netflix, para comparação, tem cerca de 222 milhões de assinantes em todo o mundo.

Este é, também, um momento de mudanças estruturais para a dona da HBO e da HBO Max: a WarnerMedia saiu do guarda-chuva da AT&T no começo de abril, fazendo uma fusão com a Discovery Inc. para formar a Warner Bros. Discovery.

Fim do CNN+

Em assunto relacionado, a CNN – que também é parte da Warner Bros. Discovery – anunciou nesta terça, 21, que a encerrará no final deste mês as atividades do CNN+, plataforma de streaming lançada nos EUA agora em 29 de março. A empresa decidiu focar os investimentos nas operações do negócio de notícias e na construção da CNN Digital, disse o CEO da CNN Worldwide, Chris Licht. A informação é do Deadline.

O CNN+ foi uma das grandes apostas do ex-CEO da WarnerMedia, Jason Kilar. Agora, a tendência é que o conteúdo de notícias do canal migre, eventualmente, para a HBO Max. “Nossos clientes e a CNN serão melhor servidor com uma escolha de streaming mais simples”, disse o executivo sem citar a plataforma irmã.

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.