tapa

Will Smith mantém Oscar, mas é banido da cerimônia por 10 anos

O ator teve um desentendimento com o humorista Chris Rock durante a 94.ª cerimônia do Oscar

8 de abril de 2022 16:57
- Atualizado em 11 de abril de 2022 10:25

Nas duas últimas semanas, Will Smith se tornou um assunto constante devido ao incidente que aconteceu na cerimônia do Oscar, no dia 27 de março. O ator, que finalmente ganhou o prêmio de Melhor Ator, não gostou de uma piada que Chris Rock fez sobre Jada Smith, sua esposa, e deu um tapa na cara do humorista.

Por conta disso, a direção da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas decidiu nesta sexta-feira (8) que Smith não poderá participar da cerimônia nos próximos dez anos. Ele manterá o Oscar que ganhou e permanece elegível para futuras indicações e vitórias.

Foi realizada uma reunião especial para determinar que ação tomar contra Smith. Até uma semana atrás, quando Smith anunciou que estava renunciando como membro da organização, esperava-se que ele enfrentasse suspensão ou expulsão, tendo violado os padrões de conduta que a Academia implementou após o movimento #MeToo.

Will Smith ganhou o Oscar por sua atuação em ‘King Richard’ (Crédito: Reprodução/Warner Bros. Pictures)

Publicidade

Em carta publicada na revista People, o presidente da Academia, David Rubin, disse: “Por um período de dez anos a partir de 8 de abril de 2022, o Sr. Smith não poderá participar de nenhum evento ou programa da Academia, pessoalmente ou virtualmente , incluindo, mas não limitado ao Oscar”.

“Esta ação que estamos tomando hoje em resposta ao comportamento de Will Smith é um passo em direção a um objetivo maior de proteger a segurança de nossos artistas e convidados e restaurar a confiança na Academia, em todos envolvidos e impactados”, completou Rubin.

Devido ao ocorrido, Will Smith foi afastado de diversos projetos. Ele chegou a se desculpar com Chris Rock, por meio das redes sociais, na manhã seguinte aos prêmios da Academia. Ele também renunciou ao posto de membro da instituição.

“A violência em todas as suas formas é venenosa e destrutiva. Meu comportamento ontem à noite no Oscar foi inaceitável e imperdoável. Piadas às minhas custas fazem parte do trabalho, mas uma piada sobre a condição médica de Jada era demais para mim e reagi emocionalmente”, disse na postagem.

Will Smith levou o Oscar de Melhor Ator por ‘King Richard: Treinando Campeãs’, filme baseado na história dos pai das irmãs Venus e Serena Williams. Antes do incidente, ele já aparecia como um dos nomes comentados para a próxima premiação, de 2023, pelo filme ‘Emancipation’ – que segue previsto para ser lançado pela Apple no final de 2022. No entanto, todos esses fatos devem afastar Smith de uma segunda estatueta.

Leia nossa análise de ‘King Richard’

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.