Crítica de ‘House of the Dragon’: 2ª temporada retorna com intrigas e sangue Crítica de ‘House of the Dragon’: 2ª temporada retorna com intrigas e sangue

Crítica de ‘House of the Dragon’: 2ª temporada retorna com intrigas e sangue

A espera acabou! Leia a crítica do primeiro episódio da 2ª temporada de House of the Dragon. O spin-off de Game of Thrones, A Casa do Dragão, já começou sangrento.

16 de junho de 2024 23:00
- Atualizado em 2 de julho de 2024 11:59

House of the Dragon retornou com força total em sua 2ª temporada, inaugurando uma nova fase de intrigas e batalhas pelo Trono de Ferro. Após 2 anos, a tão aguardada 2ª temporada do spin-off de Game of Thrones não parou durante a greve dos roteiristas e atores de Hollywood e chegou trazendo consigo uma tensão palpável e um conflito iminente. O primeiro episódio mergulha os espectadores de volta ao universo de Westeros, onde a rivalidade entre Rhaenyra Targaryen (Emma D’Arcy) e Aegon Targaryen (Tom Glynn-Carney) está prestes a explodir em uma guerra aberta.

Confira abaixo o que achamos do episódio de House of the Dragon, confira tudo o que você precisa saber sobre a série e veja como assistir à Casa do Dragão online e com opções gratuitas.

O início da guerra entre verdes e pretos no spin-off de Game of Thrones

Retorno de Rhaenyra e Daemon em A Casa do Dragão

Publicidade

Rhaenyra, interpretada magistralmente por Emma D’Arcy, está devastada pela perda de seu filho Lucerys Velaryon no final da primeira temporada e sua sede de vingança é o que move a trama. No entanto, neste primeiro episódio da temporada, a personagem é deixada de lado, em seu luto. Enquanto isso, seu marido, Daemon Targaryen (vivido pelo ótimo Matt Smith), toma as rédeas dessa “guerra fria” – e acaba tomando decisões radicais, e talvez questionáveis. O retorno de Mysaria (Sonoya Mizuno), conhecida como Verme Branco, adiciona um quê de intriga ao episódio.

Alicent e Otto Hightower em House of the Dragon (A Casa do Dragão), spin-off de Game of Thrones
‘House of the Dragon’, spin-off de ‘Game of Thrones’ terá disputa entre famílias Targaryen e Hightower (Crédito: HBO)

“Clima tenso entre os brothers” com os Hightower na Fortaleza Vermelha

Do outro lado, Alicent Hightower (Olivia Cooke) é outra força feminina da série, tentando mediar as desavenças entre seu filho, o Rei Aegon, e seu pai, Otto Hightower (Rhys Ifans). Ela questiona seu papel no Pequeno Conselho do Rei, e tenta fugir das artimanhas de ambos os lados. Cooke entrega uma atuação sensível como Alicent, que parece dividida entre manter seu filho Aegon no trono ou proteger sua (ex-)amiga Rhaenyra.

Episódio de House of the Dragon apresenta novos personagens

Os temidos Blood e Cheese protagonizam cena brutal

O excelente episódio não poupa detalhes em mostrar a preparação para o confronto, com os Verdes e os Pretos se armando e forjando alianças. Harrenhal, com seu histórico de tragédias e mistérios, também ganha destaque nesta temporada. A chegada de Daemon Targaryen ao castelo “assombrado” busca explorar o lado mais sombrio da série.

A tensão é elevada pelas cenas que antecipam a chegada dos temidos assassinos Blood e Cheese (Sangue e Queijo), famosos no livro de George R.R. Martin. Enquanto eles podem parecer atrapalhados à princípio, movendo-se às escondidas pela Fortaleza Vermelha a mando de Daemon, na realidade protagonizam momentos de alta tensão e brutalidade, como diz a “enciclopédia” de Game of Thrones. O encerramento (sangrento) do episódio é o pontapé inicial para a verdadeira Guerra dos Tronos.

Os Starks estão de volta em A Casa do Dragão

O capítulo também introduziu Cregan Stark (Tom Taylor), o atual Lorde de Winterfell, conhecido como Lobo do Norte. O destaque deste arco fica pela apresentação imponente da Muralha, antecipando o lema “O inverno está chegando”, anos antes de Jon Snow. A Muralha e Winterfell não são apenas cenários icônicos, mas também símbolos de força e resistência, que adicionam uma nova camada de profundidade à trama.

A caminhada de Jacaerys e Cregan no topo da Muralha não é apenas um símbolo de aliança, mas também uma preparação para os desafios que os aguardam. Tal aliança com os Starks será crucial para Rhaenyra na guerra que se aproxima.

Jacaerys Velaryon, filho de Rhaenyra, e Cregan Stark, o atual Lorde de Winterfell, em cena de A Casa do Dragão
Jacaerys Velaryon, filho de Rhaenyra, e Cregan Stark, o atual Lorde de Winterfell, em cena de A Casa do Dragão (Crédito: Ollie Upton/HBO)

House of the Dragon prova que investimento da HBO vale a pena

A qualidade da produção continua impecável, com cenários grandiosos e efeitos visuais que transportam o espectador para o universo brutal e belo de Westeros. A cinematografia captura a essência de cada local icônico, desde as paisagens geladas do Norte até a imponência da Muralha, enriquecendo a narrativa visualmente e emocionalmente.

Com uma direção impecável e uma narrativa envolvente, House of the Dragon promete manter os fãs na ponta da cadeira, ansiosos pelo desenrolar dessa sangrenta guerra civil.

Onde assistir à Casa do Dragão?

A primeira temporada de House of the Dragon está disponível no streaming da Max. A segunda temporada estreou seu primeiro episódio em 16 de junho. Descubra como assistir à série online de graça.

Quer ler mais conteúdos de House of the Dragon?

Aproveite também para ler os conteúdos do Filmelier sobre House of the Dragon:

Assista a filmes online grátis completos agora mesmo com o Play Surpresa do Filmelier

Siga o Filmelier no FacebookTwitterInstagram e TikTok.