erica2

Robô vira atriz para protagonizar filme de ficção científica

A robô Erica está aprendendo conceitos de teatro para atuar em ficção científica

Matheus Mans   |  
29 de junho de 2020 11:25
- Atualizado em 30 de junho de 2020 12:50

Nada de C-3PO, Wall-E, R2-D2 ou a Maria, de ‘Metropolis’. Será Erica a primeira atriz-robô, com inteligência artificial, a interpretar sua própria classe. Afinal, a robô foi escalada para ser a protagonista da ficção científica ‘b.’, uma produção robusta com um orçamento total de US$ 70 milhões.

Na trama, Erica irá interpretar uma robô criada em laboratório e que começa a correr riscos. Assim, seu criador, um cientista que desenvolve robôs parecidos com humanos, começa a correr contra o tempo para salvar sua criação. É uma espécie de ‘Frankenstein’ atual e modernizado.

Robô Erica irá interpretar androide em fuga (Crédito: Divulgação/Life Production)

Ainda não há maiores detalhes sobre a produção, nem definições sobre diretor ou qual humano será o cientista. Só Erica foi escalada no elenco.

Por trás da robô

Publicidade

Já a Erica da vida real não passou por perseguições, nem é cria de um único cientistas. Os responsáveis pela androide foram os cientistas japoneses Hiroshi Ishiguro e Kohei Ogawa. Eles inseriram técnicas e teorias sobre atuação na inteligência artificial para que ela pudesse estar no filme.

“Atores se valem das suas próprias experiências de vida para interpretar. Mas Erica não tem experiências de vida”, disse Sam Khoze, um dos produtores do filme, a The Hollywood Reporter. “Ela foi criada do zero para o personagem. Tivemos de simular os seus movimentos e emoções”.

Inteligência artificial nos cinemas

No entanto, esta não é a primeira vez que uma ficção científica se envolve com a produção de um longa-metragem. Em 2016, uma dupla de desenvolvedores se valeu de uma inteligência artificial para escrever o roteiro de ‘Sunspring’, um curta-metragem escrito pela tecnologia.

E o curta acabou sendo concretizado. Os realizadores Oscar Sharp e Ross Goodwin seguiram o roteiro da inteligência artificial à risca, sem alterações, e lançaram a produção protagonizada por Thomas Middleditch (da série ‘Sillicon Valley’) no Sci-Fi London, um festival de filmes de ficção científica